Início / Notícias / Telecomunicações /

Claro, TIM e Vivo ativam 4G de 700 MHz em São Paulo

Frequência mais baixa permite maior cobertura de 4G em ambientes internos

Lucas Braga

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A Anatel liberou nesta terça-feira (24) a utilização da frequência de 700 MHz em São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul, e as operadoras Claro, TIM e Vivo já anunciaram a expansão da rede 4G.

A frequência se soma aos 2.600 MHz (banda 7) e 1.800 MHz (banda 3), já utilizados por operadoras de celular para 4G na capital paulista e no ABC. A novidade é muito importante para os usuários de telefonia móvel, uma vez que a faixa de 700 MHz (banda 28) permite maior penetração de sinal, melhorando a cobertura em ambientes internos.

Antena de celular

Claro

Em nota, a Claro diz que acaba de ativar a faixa de 700 MHz em São Paulo e que também iniciou as transmissões nesse espectro em São Bernardo do Campo, Santos e Franca.

A operadora ressalta que a combinação da nova faixa de 700 MHz com as existentes de 1.800 MHz e 2.600 MHz adiciona capacidade de transmissão, e que quando utilizadas com MIMO 4×4 e modulação 256QAM, da tecnologia LTE Advanced Pro (também conhecida como 4.5G), permitem velocidades até 10 vezes superiores ao 4G convencional.

TIM

A TIM informa que acaba de ativar a rede de 700 MHz na cidade de São Paulo, ampliando sua capacidade indoor em uma das maiores cidades da América Latina. A operadora já estava com sua infraestrutura pronta desde julho em mais de 600 estações rádio-base, aguardando apenas a liberação da Anatel.

Os 700 MHz serão importantes especialmente para a TIM, uma vez que é a única frequência baixa que a operadora tem o direito de utilizar em São Paulo. Tanto a Vivo quanto a Claro possuem licenças para operação em 850 MHz (2G e 3G), uma grande vantagem técnica frente a TIM e Oi.

Vivo

A Vivo informa que amplia a cobertura 4G com a frequência de 700 MHz na cidade de São Paulo, e que “após a finalização dos trâmites legais e regulatórios da Anatel, segue com a ativação em mais 12 municípios do estado, entre eles todo o ABC Paulista (São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Santo André, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), e litoral sul com as cidades de Santos, São Vicente, Guarujá, Praia Grande e Cubatão”.

A operadora, que anunciou a expansão de chamadas VoLTE no estado do Rio de Janeiro, informa que cobre 932 municípios com 4G de 700 MHz. O serviço já chega a todas as capitais, com exceção de Florianópolis (SC).

Quem pode usar?

As operadoras não cobram a mais para quem acessar a rede de 700 MHz. Se você já utiliza o 4G atualmente, só precisa se preocupar em ter um aparelho compatível com a banda 28.

Se seu aparelho não tiver suporte, a qualidade de sinal não irá melhorar. Quase todos os modelos vendidos atualmente no Brasil já possuem compatibilidade com a frequência, mas vale a pena checar a ficha de especificações técnicas no manual ou no site da fabricante.

É importante lembrar que, entre as quatro grandes operadoras, a Oi fica de fora da brincadeira dos 700 MHz, uma vez que não arrematou os direitos de uso no leilão de frequências da Anatel.