Início / Notícias / Internet /

Facebook lança botão de contexto no Brasil para combater fake news

Botão de contexto mostra informações para leitor determinar se a fonte da notícia é confiável

Paulo Higa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Facebook começou a exibir na terça-feira (9) um botão de contexto em publicações noticiosas no Brasil para ajudar os usuários a determinarem se a fonte da informação é confiável. O recurso, que é mais uma tentativa de combater as fake news na rede social, estava sendo testado nos Estados Unidos desde 2017 e também chegou ao Mexico, Argentina e Colômbia.

Facebook - Botão de contexto

Em posts com links para notícias, o Facebook mostrará um botão “Sobre este site” no canto inferior direito. Quando clicado, uma tela será aberta com “a descrição da Wikipédia sobre o veículo, artigos relacionados sobre o mesmo tópico, informações sobre quantas vezes o artigo foi compartilhado no Facebook e onde foi compartilhado, assim como a opção de seguir a Página do publisher”.

A rede social diz que essas informações ajudam “as pessoas a avaliar a credibilidade de um artigo e determinar se a fonte é confiável”. O botão aparece mesmo em veículos que não tiverem uma descrição na Wikipédia, porque isso “também pode ser um contexto útil” e tem influência na opinião dos usuários sobre a credibilidade de um determinado site.

O botão de contexto também exibe uma amostra de outras notícias publicadas pelo mesmo veículo, e diz quais pessoas da sua lista de amigos compartilharam o artigo. Em uma publicação, o Facebook explica que a informação de “quem e quantas pessoas compartilharam um artigo, especialmente quando são seus amigos, pode ser útil para compreender os detalhes (ou vieses) de um artigo”.

O jornalista é confiável?

O Facebook foi além nos Estados Unidos. Além do botão de contexto, a rede social iniciou um “pequeno teste […] para ver se é mais fácil avaliar a credibilidade de um artigo quando fornecemos mais informações sobre o autor dele”.

Isso significa que, além dos dados sobre o veículo, as publicações com links para notícias também poderão mostrar os artigos recentes escritos pelo mesmo jornalista, um botão para seguir sua página ou perfil e uma descrição do autor, também da Wikipédia.

O teste ainda não tem previsão para chegar a outros países.