Início / Notícias / Celular /

Google Play Store obriga apps a se adaptarem ao Android Pie ou superior

Google quer evitar que desenvolvedores mirem em versões antigas do Android como uma forma de burlar regras

Felipe Ventura

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Google está obrigando todos os desenvolvedores a adaptarem seus apps para o Android 9 Pie ou superior. A regra valerá na Play Store em agosto para novos aplicativos, e em novembro para atualizações de apps já existentes. A empresa também emitirá avisos para APKs distribuídos em lojas de terceiros, como da Xiaomi, Huawei e Baidu.

Android Pie

A ideia é evitar que desenvolvedores mirem em versões antigas do Android como uma forma de burlar regras. Por exemplo, desde o Marshmallow 6.0, os apps têm que pedir sua permissão antes de acessarem o microfone ou sua localização. Aplicativos “espiões” (spyware) miram em versões anteriores, como o Lollipop 5.0, para não implementarem isso.

Daqui para a frente, isso ficará mais difícil. A partir de agosto, novos apps na Play Store terão que mirar no Android 9 Pie ou superior. E a partir de novembro, a regra se estenderá para as atualizações.

Os apps continuarão sendo compatíveis com versões antigas do Android? Sim! Por exemplo, um app pode exigir o Lollipop 5.0 como versão mínima, e ter o Pie 9.0 como versão-alvo. Isso significa que o desenvolvedor será obrigado a suportar recursos modernos, como permissões e canais de notificações, que ficarão ativos em smartphones compatíveis.

Vale lembrar que, a partir de agosto, a Play Store também exigirá que todo aplicativo — seja novo ou uma atualização — tenha uma versão de 64 bits. Eles ainda poderão ser distribuídos em 32 bits.

Lojas de apps da Xiaomi e Huawei exigirão suporte a Oreo

E fora da Play Store? Na China, as lojas da Xiaomi, Huawei, Oppo, Vivo, Baidu, Alibaba e Tencent vão exigir que os apps mirem no Android 8.0 Oreo ou superior ao longo de 2019.

Além disso, em agosto, o Google Play Protect vai exibir um alerta para usuários que tentarem instalar um APK mirando uma versão anterior do Android. Por exemplo, se você está no Oreo 8.0, surgirá um aviso caso o app mire no Nougat 7.0 ou anterior. Quem roda o Marshmallow 6.0 será notificado caso o app mire no Lollipop 5.0 ou anterior, e assim vai.

Em novembro, a mesma regra valerá para atualizações de APKs já instalados. De 2020 em diante, o Google Play Protect vai exigir suporte a versões mais recentes do Android.

Com informações: Google.