Samsung marca evento em 12 de março para lançar Galaxy S10 no Brasil

Samsung fará evento para lançar Galaxy S10, S10+ e S10e no Brasil; convite não menciona celular dobrável Galaxy Fold

Felipe Ventura
Por

A Samsung vai trazer o Galaxy S10, Galaxy S10+ e Galaxy S10e em breve ao Brasil: a empresa convidou a imprensa para um evento em 12 de março, e o convite menciona explicitamente o S10. Já sabemos todos os detalhes sobre estes celulares, exceto por um: quanto eles custarão por aqui?

Samsung Galaxy S10+ e Samsung Galaxy S10e

No evento da Samsung, que ocorrerá em São Paulo daqui a duas semanas, saberemos o preço do Galaxy S10 no Brasil, além de seus modelos de armazenamento e cores. Ainda não está claro se veremos também o celular dobrável Galaxy Fold, os fones de ouvido Galaxy Buds, o relógio Galaxy Watch Active ou a pulseira Galaxy Fit.

No ano passado, a Samsung abriu a pré-venda do Galaxy S9 no final de março, com entrega prevista para o final de abril. Ele foi lançado apenas na versão de 128 GB, e inicialmente em três cores (preto, cinza e ultravioleta); a cor azul veio depois.

Vale lembrar os preços da linha Galaxy S10 nos EUA:

  • Samsung Galaxy S10e: US$ 749,99 (128 GB), US$ 849,99 (256 GB)
  • Samsung Galaxy S10: US$ 899,99 (128 GB), US$ 1.149,99 (512 GB)
  • Samsung Galaxy S10+: US$ 999,99 (128 GB), US$ 1.249,99 (512 GB), US$ 1.599,99 (1 TB)

O Galaxy S10, S10+ e S10e estarão disponíveis com traseira de vidro em branco, preto, azul, verde ou rosa. O S10e será vendido também com traseira em amarelo. Por sua vez, o S10+ também terá versões com traseira de cerâmica branca ou preta, mas só nos modelos de 512 GB e 1 TB.

A Anatel já homologou o Galaxy S10, S10+ e S10e. Os documentos da agência confirmam que o S10+ de cerâmica tem autorização para ser vendido no Brasil.

E quanto ao Galaxy S10 5G? Bem, não espere vê-lo tão cedo por aqui: as operadoras nem começaram a implementar redes de quinta geração. Com exceção da TIM, elas não estão com muita pressa de fazer isso, sugerindo deixar leilões de frequência para depois de 2020.

Relacionados

Relacionados