Início / Notícias / Jogos /

Sony muda política de reembolso de compras na PlayStation Store

Novas regras de reembolso valem até mesmo para jogos comprados durante pré-venda.

André Fogaça

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Sem enviar um comunicado à imprensa ou aos usuários, a Sony alterou alguns detalhes de sua política de reembolso para jogos e itens comprados na PlayStation Store. De forma resumida, as alterações impedem que o usuário peça o estorno do valor pago se o conteúdo já foi baixado no console.

Pode ser bastante restritivo, mas o novo método ainda permite que em uma situação específica o jogo entre na possibilidade de reembolso quando o jogador já baixou o game: se ele for “defeituoso” – mas a Sony não afirma o que seria um jogo com defeitos, que podem incluir bugs, problemas ou travamentos. Isso significa que se o jogador baixou o jogo e não gostou de alguma parte da jogatina, não poderá pedir a devolução do dinheiro.

A mudança afeta os jogos já lançados, títulos em pré-venda, DLCs, temas, avatares e passes de temporada que são comprados dentro da loja oficial do console da Sony. O que não muda é o prazo máximo para o pedido para a restituição do valor pago, que são de 14 dias corridos para todos os itens comercializados na PlayStation Store.

No caso de pré-venda em que o jogador pagou com mais do que 14 dias de antecedência do lançamento, o pedido de reembolso pode ser feito em qualquer momento até o dia em que o game é liberado para ser jogado.

Outra mudança está nos serviços da Sony que são contratados, como a assinatura do PlayStation Plus, PlayStation Now e até a conta premium do Spotify – isso se ela foi comprada dentro do ambiente da PlayStation Music.

O dinheiro que é devolvido não é entregue ao usuário como valor no cartão de crédito ou em espécie. A Sony devolve toda a quantia dentro da carteira digital que existe na loja.

Com informações: SlashGear e Sony.