Atari VCS vai ter processador da nova linha AMD Ryzen R1000

Atari VCS deveria ser lançado em julho, mas foi adiado para o fim de 2019

Emerson Alecrim
Por

Embora tenha sofrido vários adiamentos, o projeto do Atari VCS ainda está de pé. Prova recente disso é que, nesta terça-feira (16), a AMD apresentou os processadores Ryzen Embedded R1000 e, no mesmo anúncio, revelou que um dos novos chips equipará o console.

Inicialmente chamado de Ataribox e com visual inspirado no Atari 2600 original, o Atari VCS foi anunciado em julho de 2017. A ideia do console é não só a de reavivar jogos clássicos, como também rodar títulos mais recentes e permitir que o usuário consuma outros formatos de mídia nele.

Atari VCS

O equipamento está em pré-venda no Indiegogo desde maio de 2018. Na primeira fase da companha, o projeto arrecadou cerca de US$ 3 milhões. Na atual etapa, outros US$ 3 milhões já foram obtidos.

A previsão era de que as primeiras unidades do Atari VCS fossem enviadas aos compradores no próximo mês de julho, mas o prazo foi adiado para o fim de 2019. Nas palavras da própria Atari, a decisão visa permitir que o projeto receba algumas melhorias. Entre elas está uma mudança de processador. Sabe-se agora que o novo chip é um dos modelos da recém-anunciada linha Ryzen Embedded R1000 para sistemas embarcados.

São dois modelos. Não está claro qual deles estará presente no Atari VCS, mas as especificações de ambos são muito parecidas:

  • Ryzen Embedded R1606G: dois núcleos, quatro threads, frequência de 2,6 GHz (máximo de 3,5 GHz), cache L2 + L3 de 5 MB, GPU Vega 3 (três núcleos) de 1,2 GHz e TDP de 12 W a 25 W (depende da aplicação).
  • Ryzen Embedded R1505G: dois núcleos, quatro threads, frequência de 2,4 GHz (máximo de 3,3 GHz), cache L2 + L3 de 5 MB, GPU Vega 3 (três núcleos) de 1 GHz e TDP de 12 W a 25 W.

De acordo com a AMD, a série Ryzen Embedded R1000 suporta até três telas 4K e é compatível com codecs como H.265 e VP9. Os padrões de conexão DisplayPort 1.4 e HDMI 2.0b também são suportados.

Atari VCS

Por aí dá para ter uma noção um pouco mais clara do que o Atari VCS irá oferecer. A ficha técnica do equipamento inclui ainda 8 GB de RAM DDR4, 32 GB de armazenamento (eMMC) expansíveis com HD externo e sistema operacional Linux Atari OS.

É claro que os chips Ryzen Embedded R1000 não são exclusivos do Atari VCS. A AMD sinaliza que a linha também será usada por outros empresas na fabricação de thin clients, equipamentos de rede e sistemas industriais, por exemplo.

Relacionados

Relacionados