Notícias Negócios

Uber Eats começa a permitir entregas a pé em São Paulo

Modalidade de entrega a pé do Uber Eats já funciona em países como México, Nova Zelândia e Singapura

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Nesta semana, o Uber Eats começou a expandir as opções de entregas no Brasil. Além das carro, moto ou bicicleta, entregadores agora poderão, oficialmente, levar pedidos a pé. Porém, nesta fase inicial, a modalidade foi disponibilizada apenas para a cidade de São Paulo.

Não é uma novidade no Uber Eats. O serviço já permite entrega por pedestres em localidades de Hong Kong, Nova Zelândia e Singapura. No continente americano, as entregas a pé já funcionam no México. A boa aceitação da modalidade nessas regiões é o que motivou o Uber a trazer essa opção para o Brasil.

A empresa diz ter percebido que a adesão à modalidade nos mencionados países é impulsionada principalmente por pessoas que, por limitações financeiras ou deficiência física, não podem aderir às opções de entrega via veículos.

Uber Eats

As entregas por pedestres também são vistas como uma forma de melhorar o fluxo de pedidos em áreas muito movimentadas, como a região da Avenida Paulista.

O Uber destaca que a plataforma do Uber Eats sincroniza a hora em que o pedido fica pronto para ser retirado com o momento estimado em que o entregador chegará ao restaurante, assim, ele não perde tempo.

Além disso, o sistema direciona os entregadores que estão a pé aos trajetos mais curtos. Assim que o pedido é coletado, o usuário consegue acompanhar a rota do entregador em tempo real no aplicativo. A remuneração ao entregador é baseada na distância percorrida.

Interessados em fazer entregas a pé devem preencher um cadastro no aplicativo de parceiros do Uber e seguir as instruções para envio de documentos. A nova modalidade já está na fase de inscrições. Assim como os demais entregadores e motoristas da plataforma, o cadastro só é validado após checagem de antecedentes criminais.

Emerson Alecrim

Autor / repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado InfoWester.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque