Notícias Telecomunicações

Pré-pago perde 18 milhões de linhas em um ano e pós-pago cresce, diz Anatel

Relatório da Anatel mostra que serviço pós-pago cresce e pré-pago recua; linhas com 4G aumentam em quase 20% no último ano

Lucas Braga
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Anatel divulgou os números do Serviço Móvel Pessoal para junho de 2019: o número de linhas no pré-pago diminuiu em 18 milhões no último ano; enquanto isso, o pós-pago registrou aumento de mais de 11 milhões de linhas no mesmo período. No geral, as quatro grandes operadoras — Vivo, Claro, TIM e Oi — perderam linhas nos últimos 12 meses, enquanto Nextel e Datora cresceram.

Nos últimos 12 meses, o Brasil perdeu 6,69 milhões de linhas, equivalente a 2,84%. Só entre maio e junho houve uma redução de 250 mil chips. No total, a Anatel registra 228,39 milhões de linhas móveis em operação.

Das quatro maiores empresas, a Vivo foi a única operadora que registrou aumento no número de linhas móveis entre maio e junho de 2019, mas perdeu acessos na comparação anual. Veja os dados completos:

OperadoraLinhas ativas (jun/2019)Market shareÚltimo mêsÚltimos 12 meses
Vivo73,74 milhões32,39%+53,34 mil– 1,52 milhões
Claro56,43 milhões24,71%– 49,37 mil– 2,58 milhões
TIM54,97 milhões24,08%– 336,64 mil– 1,58 milhões
Oi37,51 milhões16,43%– 50,31 mil– 3,47 milhões
Nextel3,49 milhões1,53%+ 12,31 mil+ 415,49 mil
Datora450,12 mil0,20%+ 11,38 mil+ 527,34 mil

Pós-pago cresce e pré-pago diminui

Para aumentar o faturamento, as operadoras vêm estimulando a conversão da base pré-paga em pós-paga, que tem planos mais caros e exige compromisso mensal. O trabalho teve resultado: o pré-pago perdeu 18,09 milhões de linhas nos últimos 12 meses, uma redução de 12,74%.

Enquanto isso, o pós-pago já representa 45,6% de todos os acessos móveis, com um aumento de 11,4 milhões de linhas nos últimos 12 meses. São 104,5 milhões de acessos no total.

É importante lembrar que planos controle são considerados como pós-pago pelas operadoras: embora sejam mais limitados que o pós-pago puro, eles também possuem compromisso mensal e valores maiores que do o pré-pago.

4G cresce quase 20% no último ano

Outro dado divulgado pela Anatel é o número de dispositivos com sua respectiva tecnologia. São 142,11 milhões de linhas que tiveram acesso a 4G, valor 19,97% maior do que no mesmo período no ano anterior.

Os dispositivos M2M, utilizados para dispositivos conectados como rastreadores veiculares e máquinas de cartão, também tiveram aumento expressivo: só nos últimos 12 meses foram adicionadas 5,29 milhões de unidades, totalizando 22,21 milhões.

Com informações: Anatel.

Lucas Braga

Autor especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque