Notícias Telecomunicações

TIM, Claro, Vivo e Oi fazem recadastro de celular pré-pago em todo o Brasil

Recadastramento de linhas pré-pagas vale em todos os estados para clientes da Claro, TIM, Vivo, Oi, Algar e Sercomtel

Felipe Ventura
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O recadastramento de celulares pré-pagos vale para todo o Brasil a partir desta segunda-feira (2): clientes da Claro, TIM, Vivo, Oi, Algar e Sercomtel que tiverem cadastro incompleto na operadora deverão fornecer dados adicionais para que sua linha não seja bloqueada. Esta medida exigida pela Anatel quer evitar fraudes com CPF de terceiros.

Smartphone na mão (Foto por Bryan Santos/Pixabay)

A atualização cadastral do pré-pagos começou em abril para o DDD 62 (Goiás). Em julho, foi a vez de nove estados — Acre, Goiás (DDDs 61 e 64), Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Tocantins e Santa Catarina — além do Distrito Federal.

Agora, a partir de 2 de setembro, a medida será aplicada nos estados restantes: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima, São Paulo e Sergipe.

Será necessário informar nome completo, número de CPF (no caso de pessoa física) e endereço completo com CEP. “Quem não fizer o recadastramento no prazo estipulado pela operadora terá a sua linha bloqueada enquanto o cadastro não for atualizado”, avisa o SindiTelebrasil, sindicato que representa as operadoras brasileiras, em comunicado.

Operadoras avisam clientes via SMS ou ligação

Aviso de recadastramento

As operadoras vão alertar clientes com pendências cadastrais através de diversos meios: via SMS, voicer (chamada de voz gravada), ligações com atendente humano, pop-ups na tela do celular, entre outros.

No caso do SMS, a mensagem pode variar um pouco: a TIM dirá “seu cadastro está incompleto e vc precisa atualizar em até 15 dias”. A Claro pedirá que você “ligue 1052 e atualize seus dados para não perder seu número”.

A partir de março de 2020, as operadoras adotarão um novo modelo de cadastro para futuras ativações de pré-pago. Atualmente, para ativar uma linha pré, basta comprar um chip, inseri-lo no aparelho e digitar o CPF — às vezes até um número inválido é aceito. O objetivo é evitar fraudes: alguns CPFs aparecem com mais de 50 números contratados, mesmo sem que o titular saiba.

Para saber mais informações, consulte os sites de cada operadora ou entre em contato com a central de atendimento:

Com informações: SindiTelebrasil, Anatel.

Felipe Ventura

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. Começou no TB em 2017 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia, e hoje coordena um time de editores-assistentes e a rotina das editorias. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque