Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Google Chrome 78 é liberado para Windows, macOS, Android e iOS

Em sua nova versão, o Chrome oficializa o modo noturno e libera mais recursos de segurança e privacidade

Victor Hugo Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Google liberou a atualização do Chrome 78 para usuários de Windows, macOS, Linux, Android e iOS. A nova versão estável do navegador ganhou um modo noturno, melhorias no gerenciador de senhas e prévias dos sites exibidos em cada aba.

O Chrome 78, mais especificamente 78.0.3904.70, também ganhou uma API para desenvolvedores acessarem arquivos locais onde desejam, além de outras correções de segurança. Confira abaixo as principais novidades:

Modo noturno no Android e no iOS

Assim como em outros de seus aplicativos, o Google oficializou o modo noturno no Chrome 78 para Android e iOS. A opção pode ser habilitada em Configurações > Temas. A área permite definir a interface desejada ou indicar para o navegador seguir o padrão do sistema.

Segundo o BleepingComputer, os usuários de iPhone só poderão ativar o modo escuro se estiverem com o iOS 13. No sistema da Apple, a nova versão também atualiza o visual de listas de favoritos, histórico e abas recentes, além de permitir incluir um cartão de crédito na página de configurações.

Modo noturno forçado para Windows, macOS e Linux

O navegador também ganhou uma interface escura no desktop. A opção, no entanto, ainda está em fase experimental nesta versão e precisa ser habilitada por meio do recurso “flags”, que oferece APIs em fase de testes.

É possível forçar o modo noturno no Chrome 78 ao visitar chrome://flags/#enable-force-dark. O item oferece várias opções, mas a mais recomendada é “Enabled with selective inversion of non-images elements”, que altera somente alguns objetos da página.

Enquanto ela estiver selecionada, o Chrome para Windows, macOS e Linux força o modo noturno até mesmo em sites que não possuem o visual alternativo.

Gerenciador de senhas detecta vazamentos

Outro recurso em testes é a detecção de vazamento de senhas, que exibe notificações caso seus dados caiam nas mãos de terceiros. Ao habilitá-lo em chrome://flags/#password-leak-detection, a área de configurações do Chrome passa a exibir a opção “Verificar segurança da senha”, que recomendará a atualização das credenciais quando detectar algo suspeito.

DNS criptografado

O Chrome 78 também oficializou o DNS-over-HTTPS (DoH), que criptografa solicitações de DNS e aumenta sua privacidade. A opção já estava em testes e, agora, pode ser habilitada no Windows, macOS e Android.

Ela só poderá ser aproveitada por quem já usar um DNS compatível com DoH. A lista inclui Google, Cloudfare, OpenDNS, Cleanbrowsing, DNS.SB e Quad9. E, apesar de ser vantajosa para os usuários, esta mudança não foi bem recebida por provedores de internet.

Prévias ao passar mouse sobre abas

Prévias de abas no Google Chrome 78

A atualização para o Chrome 78 também muda a interação com abas. Agora, ao passar o mouse sobre elas, o navegador exibe uma espécie de cartão com detalhes sobre o título da página e a URL principal do site.

Ainda é possível forçar a exibição de uma miniatura da página que está sendo exibida por aquela aba. Para isso, basta habilitar a opção ao visitar chrome://flags/#tab-hover-card-images.

Sistema de arquivos nativo

Para os desenvolvedores, há uma novidade na versão para desktop do Google Chrome 78. A API Native File System (sistema de arquivos nativos) permite que sites indiquem por conta própria as pastas que desejam abrir para o usuário selecionar um arquivo.

Após o usuário conceder permissão, o navegador se torna capaz de exibir janelas para abrir e salvar arquivos em caminhos predefinidos.

Com informações: VentureBeat.