Início / Notícias / Aplicativos e Software /

App do Facebook já permite remover pontos vermelhos de notificação

Além dos pontos vermelhos, Facebook também já permite remover guias como Marketplace e Grupos

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Se você abre o Facebook e se irrita com aqueles pontinhos vermelhos que aparecem sobre os ícones de funções como Marketplace e Grupos, eis uma boa notícia: agora você pode controlar o que aparece na barra de atalhos do app e, com isso, botar fim a essas notificações ou às guias que não deseja visualizar.

Facebook - barra de atalhos (imagem: TechCrunch)

A informação vem do TechCrunch, que descobriu na semana passada uma opção que permite ao usuário remover do aplicativo do Facebook guias como Marketplace, Namoro (Dating) e Grupos.

Procurado pelo veículo, o Facebook confirmou recentemente que está disponibilizando para todos os usuários uma opção de configuração para a barra de atalhos que permite controlar o que deve aparecer ali ou não.

Assim, se você não usa a função Marketplace ou Namoro, por exemplo, poderá removê-las da interface do aplicativo simplesmente acessando a opção Barra de Atalhos (Shortcut Bar) em Configurações.

Esse recurso já começou a ser disponibilizado para usuários de iOS e, nas próximas semanas, chegará a quem acessa o Facebook pelo Android. Já é possível remover cada ícone manualmente, porém: basta tocar nele por alguns segundos e uma caixa aparecerá perguntando se você quer remover aquele atalho.

Removendo atalhos do Facebook

Por sua vez, a opção de remover os pontos vermelhos de notificações já está disponível nas versões mais recentes do app do Facebook, tanto para Android quanto para iPhone. Para acessá-la, basta entrar em Configurações e rolar a tela até encontrar a opção Pontos de Notificação.

Removendo pontos vermelhos do Facebook

Essas medidas se encaixam na categoria “antes tarde do que mais tarde”. Pelo menos desde de 2018 que o Facebook fala em tornar seu aplicativo mais personalizável, mas o que temos visto até então é um movimento um tanto forçado para tentar popularizar recursos da plataforma que são novos ou pouco usados.