Início / Notícias / Computador /

AMD confirma: Threadripper 3990X será um processador com 64 núcleos

AMD Ryzen Threadripper 3990X vai ser lançado em 2020

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Quanto mais núcleos, melhor. Se essa afirmação é verdadeira ou não, o fato é que a AMD perseguiu esse objetivo mais uma vez: a companhia confirmou que o processador Ryzen Threadripper 3990X, a ser lançado em 2020, vai ser um monstro com nada menos que 64 núcleos e 128 threads.

O novo chip vem para fazer parte da terceira geração de processadores Threadripper, que já tem dois integrantes: o Threadripper 3960X e o Threadripper 3970X, com 24 e 32 núcleos, respectivamente.

Para suportar um número tão grande de núcleos, o novo modelo terá uma configuração “8×8”: serão oito dies (ou chiplets) com oito núcleos ativados cada.

AMD Threadripper

No entanto, os demais detalhes sobre o AMD Threadripper 3990X ainda são desconhecidos. Além da quantidade escandalosa de núcleos, sabe-se apenas que o chip contará com 288 MB de cache L2 + L3 e TDP de 280 W.

Esse é o mesmo TDP que caracteriza o Threadripper 3960X e o Threadripper 3970X, o que sugere que o Threadripper 3990X terá frequências mais baixas na comparação com os seus irmãos para evitar um padrão de consumo de energia ainda mais elevado.

Os rumores dão conta de que o Threadripper 3990X terá frequência padrão de 2,6 GHz e de 3,3 GHz em boost, 64 pistas (lanes) para o PCI Express 4.0 e suporte a memórias DDR4 em quad-channel.

É claro que tudo isso vai ter um preço considerável: ainda não há informações sobre o valor que a AMD pedirá pelo Threadripper 3990X, mas se levarmos em conta que o Threadripper 3970X custa US$ 1.999, dá para apostar em algo entre US$ 3.000 e US$ 4.000.

De todo modo, esse não é um processador para termos em casa. A própria AMD destaca que o Threadripper 3990X é direcionado a profissionais de Hollywood, ou seja, é voltado a atividades profissionais, como edição de vídeo e animação.

Com informações: AnandTech.