Início / Notícias / Celular /

Google pode liberar agendamento do modo escuro no Android 11

Android 10 tem modo escuro nativo, mas não com ativação automática

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Com o lançamento do Android 10, o Google tratou de deixar claro que o modo escuro (dark mode ou, ainda, dark theme) veio para ficar: esse é um dos recursos de destaque da versão. Mas quem já usa a funcionalidade deve ter percebido que não é possível fazer o agendamento do modo escuro com base na hora do dia. No futuro Android 11, isso pode mudar.

Durante a fase beta do Android 10, o Google permitia que o usuário programasse o modo escuro para entrar em ação de acordo com o horário. Isso significa que, à noite, o sistema operacional podia exibir interfaces escuras automaticamente, por exemplo.

Porém, a versão final do Android 10 acabou sendo lançada sem que a ativação automática estivesse disponível. O Google justificou a retirada dizendo que a funcionalidade poderia afetar negativamente a experiência do usuário ao reiniciar repentinamente aplicativos em uso.

Android 10 - modo escuro

A companhia também explicou que o recurso exige que os aplicativos solicitem permissões de acesso à localização do usuário para o correto acionamento do modo escuro. Além disso, calcular corretamente quando o sol nasce ou se põe é um trabalho notoriamente difícil, de acordo com desenvolvedores da plataforma.

Essas limitações podem até existir, mas o iOS 13 conta com ativação automática de modo escuro, assim como interfaces para Android implementadas por alguns fabricantes (como a One UI, da Samsung), o que evidencia que soluções são possíveis.

Pois bem, uma atualização recente em um tópico sobre o assunto no Google Issue Tracker indica que os problemas relacionados à ativação automática do modo escuro foram solucionados.

O recurso só não estará disponível prontamente: o desenvolvedor do Google que publicou a mensagem se limitou a dizer que essa opção será disponibilizada em uma versão futura do Android — presumivelmente, o Android 11.

Bom, aqui fica valendo o “antes tarde do que mais tarde”, certo?

Com informações: XDA Developers.