Notícias Brasil

Privatização dos Correios: UPS teria interesse em comprar estatal

Plano de privatização dos Correios ainda não foi definido, mas UPS já estaria de olho

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

No radar de privatizações do governo de Jair Bolsonaro, os Correios aparecem em posição de destaque. O futuro da estatal deverá ser traçado nos próximos meses. Enquanto isso, interessados em assumir a companhia começam a aparecer. Um deles é a gigante americana UPS.

Carro híbrido da UPS

Pelo menos é o que aponta o Valor Econômico. De acordo com o veículo, o presidente global da UPS, Nando Cesarone, teria conversado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na recente edição do Fórum Econômico Mundial. Fontes do governo relataram que, no encontro, o executivo manifestou interesse pelos Correios.

Há boas chances de que esse interesse seja real, afinal, a UPS é uma das maiores empresas de logística do mundo. Centenária (foi criada em 1907) e com sede nos Estados Unidos, a companhia está presente em mais de 200 países (incluindo o Brasil, é claro).

A manifestação de interesse teria sido feita depois que Guedes e a secretária especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Martha Seillier, apresentaram a lista de concessões e privatizações do governo brasileiro. Especificamente sobre os Correios, o ministro comentou que a privatização vai ocorrer, no máximo, até 2021.

Correios

Paulo Guedes também ressaltou que a venda da estatal será feita de modo integral ou parcial. Ainda não há certeza porque o processo de privatização dos Correios está em fase de estudos, sobretudo pelo BNDES, que avalia a viabilidade e a modelagem do negócio.

Um parecer técnico a respeito da privatização dos Correios só deverá ser divulgado no último trimestre do ano. Enquanto isso, funcionários e políticos contrários à proposta tentam, por meio de campanhas e outras ações, impedir que a empresa deixe de ser uma estatal.

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado Infowester.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque