Início / Notícias / Telecomunicações /

Amazônia terá 10 mil km de fibra óptica com 100 Gb/s de velocidade

Rede de fibra óptica em 80 municípios deve estimular criação de pequenos provedores na região amazônica

Lucas Braga

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançou o Programa Amazônia Integrada e Sustentável (PAIS), que prevê a expansão do backbone da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) na região amazônica. A nova rede de fibra óptica percorrerá 10 mil quilômetros, interligando 80 municípios.

Fibra óptica

Por conta da grande extensão territorial e baixa densidade populacional, a região da Amazônia é carente de conectividade, sobretudo de alta velocidade. Com capacidade de 100 Gb/s, a rede interligada com a RNP deve estimular a criação de pequenos provedores e atender uma população que está desconectada ou dependente de satélites, que possuem alta latência, velocidades baixas e tráfego limitado.

Os cabos de fibra óptica percorrerão os leitos dos rios Negro, Solimões, Madeira, Purus, Juruá e Rio Branco, e devem levar conectividade para 9,2 milhões de habitantes. A RNP compartilhará essa rede com provedores regionais, empresas de telecomunicações e instituições públicas.

Primeiro trecho deve ficar pronto ainda em 2020

O primeiro trecho do projeto piloto, Infovia 00, tem previsão de conclusão em dezembro de 2020 e deve interligar Macapá (AP) aos municípios de Almeririm, Santarém e Alenquer, todos no Pará.

O programa terá recursos oriundos de diversos ministérios, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e de emendas parlamentares. Ele deve ser integrado com um trecho de fibra óptica de 900 km que interliga Manaus (AM) e Tefé (AM), construído anteriormente pelo Ministério da Defesa.

A RNP é um órgão que tem como principal objetivo atender o setor acadêmico, mas também marca presença com o setor privado. Atualmente são mais de 800 organizações conectadas na Rede Ipê (sim…), com backbone disponível em todas as 27 capitais brasileiras.

Com informações: Convergência Digital.