Início / Notícias / Celular /

Samsung tem serviço para desinfetar celulares Galaxy em 19 países

Serviço para celulares Samsung Galaxy está disponível gratuitamente em 19 países para combater coronavírus (Covid-19)

Bruno Gall De Blasi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A Samsung está oferecendo serviço para desinfetar celulares Samsung Galaxy de graça em 19 países. A ação é uma resposta às orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) para prevenir o contágio do coronavírus (Covid-19), considerado como pandemia desde quarta-feira (11). O Brasil, porém, ficou de fora da lista.

Samsung Galaxy Fold - Review

O serviço de desinfecção da Samsung é uma limpeza realizada com luz UV, capaz de exterminar bactérias, germes e vírus. Segundo o site SamMobile, a solução é menos nociva aos dispositivos eletrônicos, pois descarta o uso de produtos de limpeza e panos para limpá-los.

Ao todo, já são 19 países contemplados pela iniciativa, que está disponível em lojas da marca e Centro de Serviço Samsung. São eles Argentina, Chile, Coréia do Sul, Croácia, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, Japão, Malásia, Nova Zelândia, Noruega, Paquistão, Peru, Polônia, Rússia, Suíça, Ucrânia e Vietnam.

Outros 25 países também poderão contar em breve com o serviço, como Austrália, Áustria, Canadá, Cazaquistão, Emirados Árabes Unidos, França, Grécia, Holanda, Hong Kong, Hungria, Índia, Indonésia, Israel, Itália, Jordânia, Letônia, México, Panamá, Filipinas, Romênia, Reino Unido, República Tcheca, Singapura, Taiwan e Tailândia.

Com o mesmo objetivo, a Apple atualizou as instruções para limpar iPhone e demais produtos da empresa nesta terça-feira (10). Segundo a fabricante, produtos como álcool isopropílico 70% e lenços Clorox podem ser utilizados para desinfetar os dispositivos – mas com alguns cuidados, é claro.

Samsung Galaxy S20 Ultra

O novo coronavírus já alterou a rotina de diversas empresas de tecnologia. Além dos cancelamentos de eventos, que já afetou os calendários de Google, Facebook e Microsoft, fábricas já foram paralisadas pela falta de peças para montar eletrônicos.

O mercado de celulares foi igualmente impactado pelo novo Covid-19. Na China, a queda na venda de smartphones já representa uma cifra de 56%, ao considerar o exercício de fevereiro de 2020. Em janeiro, a redução foi de 38,9%.

Já são 151 casos confirmados no Brasil, até o momento.

Com informações: SamMobile, XDA Developers, Organização Mundial de Saúde (OMS) e G1 (1 e 2)