Notícias Negócios

Samsung paralisa fábrica de Manaus devido ao coronavírus

Os funcionários da Samsung em São Paulo e Campinas trabalham de casa desde segunda-feira (23)

Victor Hugo Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Samsung decidiu fechar temporariamente a sua fábrica na Zona Franca de Manaus devido à pandemia do novo coronavírus. De acordo com a empresa, os trabalhos ficarão suspensos até domingo (29) para evitar a propagação da COVID-19 entre funcionários.

Samsung

“A saúde e a segurança de nossos colaboradores são nossa maior prioridade”, afirma a Samsung em uma nota enviada ao Tecnoblog. “Como medida de precaução, estamos fechando a fábrica de Manaus de 24 a 29 de março”.

Segundo o G1, os funcionários terão licença remunerada enquanto os trabalhos estiverem suspensos. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas, Valdemir Santana, informou ao site que essa paralisação envolverá cerca de 7 mil trabalhadores, entre funcionários diretos e terceirizados.

Em seu comunicado, a empresa indicou que as medidas de prevenção também valem para funcionários do escritório em São Paulo e do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Campinas. Eles trabalham de casa desde segunda-feira (23), nos casos em que isso é possível.

Samsung paralisou produção em fevereiro

A decisão da Samsung de interromper as atividades no Brasil por conta do coronavírus não é inédita. Entre 12 e 14 de fevereiro, a empresa paralisou a produção em Campinas devido à falta de peças. A medida afetou cerca de 2.500 funcionários.

A Flextronics, responsável pela produção da Motorola, também paralisou as atividades em alguns dias de fevereiro. A empresa deu 10 dias de férias coletivas para 2.200 funcionários por não ter componentes para manter a produção ativa.

Pelo mundo, a pandemia de coronavírus também afetou eventos de tecnologia como a WWDC e o Google I/O, que serão realizados pela internet. A Netflix e o Apple TV+, por sua vez, tiveram de mudar os planos e interromper a gravação de séries como Stranger Things e The Morning Show.

Victor Hugo Silva

Victor Hugo Silva é formado em jornalismo, mas começou sua carreira em tecnologia como desenvolvedor front-end, fazendo programação de sites institucionais. Neste escopo, adquiriu conhecimento em HTML, CSS, PHP e MySQL. Como repórter, tem passagem pelo iG e pelo G1, o portal de notícias da Globo. No Tecnoblog, foi redator, escrevendo sobre eletrônicos, redes sociais e negócios, entre 2018 e 2021.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque