Notícias Celular

Galaxy S20 Ultra perde do Huawei P40 Pro e Xiaomi Mi 10 Pro em teste de câmera

Câmera de 108 megapixels e zoom de até 100x do Samsung Galaxy S20 Ultra fica em sétimo lugar no DxOMark

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Demorou um pouco, mas o DxOMark publicou na quarta-feira (22) uma análise da câmera do Galaxy S20 Ultra, que possui um sensor principal de 108 megapixels e destaca o zoom de até 100x para tirar fotos de objetos distantes. Desta vez, o topo de linha da Samsung não chegou a ameaçar os primeiros do ranking: ele ficou em sétimo lugar, com 122 pontos, abaixo de nomes como Huawei P40 Pro e Xiaomi Mi 10 Pro.

Samsung Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra - Hands-on

O Galaxy S20 Ultra tem um conjunto de quatro câmeras. A principal, de 108 megapixels, tem o mesmo sensor que equipa o Mi 10 Pro, desenvolvido em uma parceria entre Samsung e Xiaomi. Além disso, há uma ultrawide de 12 megapixels, uma telefoto de 48 megapixels com zoom óptico de 4x e uma câmera de tempo de voo (ToF) para detectar profundidade. Além das capacidades de foto, o aparelho filma em 8K.

Nos testes do DxOMark, o Galaxy S20 Ultra ficou com 132 pontos em fotografia e 102 em vídeo. Apesar de utilizar o mesmo sensor principal, o Xiaomi Mi 10 Pro se saiu melhor que o modelo da Samsung, com 134 pontos e 104 pontos, respectivamente, ocupando a quarta posição. Já o Huawei P40 Pro continua na liderança isolada, com 140 pontos em fotografia, impulsionado principalmente pelo zoom.

Galaxy S20 Ultra / DxOMark

Em fotografia, o Galaxy S20 Ultra foi descrito como tendo uma “qualidade de imagem geralmente excelente, mas algumas pequenas fraquezas significam que não atende aos padrões muito altos e à consistência dos dispositivos no topo da nossa lista”. Ele ganhou pontos pelo bom alcance dinâmico, boas cores, ruído controlado e boa exposição com a câmera ultrawide ou utilizando o flash.

No entanto, o aparelho da Samsung pecou pelo foco automático, que é lento com baixa iluminação; e pelos problemas com o balanço de branco tanto em ambientes internos quanto externos. As fotografias tiradas com maior campo de visão podem apresentar artefatos visíveis, baixo ruído e estouros em áreas iluminadas, enquanto o modo noturno tende a subexpor as imagens e gerar ruídos, um problema que notamos em nosso comparativo.

Galaxy S20 Ultra / DxOMark

Os vídeos gerados pelo Galaxy S20 Ultra foram criticados pelo alcance dinâmico limitado em tomadas feitas em condições de alto contraste, com paisagens naturais. Em compensação, o foco automático, que foi um problema nas fotos, se mostrou ágil nas gravações de vídeo. A definição foi comparável aos melhores do ranking em cenas com mais iluminação, mas a textura sofreu um pouco em ambientes escuros.

A conclusão do laboratório é que o Galaxy S20 Ultra é, no geral, um bom smartphone para fotografia, mas alguns problemas no zoom, foco automático e modo noturno impediram que o topo de linha da Samsung atingisse o topo da lista. O teste completo pode ser consultado nesta página.

Este é um momento diferente para a Samsung, acostumada a liderar os testes de câmera do DxOMark. O Galaxy S10+ atingiu o topo da lista quando foi lançado, também empatando com um aparelho da Huawei, o P20 Pro. O Galaxy S9+ teve a “melhor câmera de smartphone já testada“, superando o então líder Google Pixel 2.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque