Spotify remove limite de 10 mil músicas salvas na biblioteca

Spotify não irá mais limitar quantidade de músicas salvas na biblioteca do serviço de streaming

Bruno Gall De Blasi
Por

O Spotify removeu o limite de 10 mil músicas salvas na biblioteca. A partir desta terça-feira (26), usuários do serviço de streaming de música poderão guardar seus títulos favoritos à vontade, sem se preocupar com as restrições antes impostas no player.

Tradicionalmente, o Spotify restringia a quantidade de conteúdos salvos na biblioteca a dez mil músicas por conta. Caso o usuário alcançasse o teto ao expandir a coleção, o serviço de streaming emitia o erro “Sua coleção está demais! Não há mais espaço na Sua Biblioteca. Para salvar mais conteúdo, remova algumas músicas ou álbuns”.

Agora, tanto o limite quanto o erro ficaram no passado. Após mais de 12.500 votos na comunidade para remover a limitação desde 2014, o serviço de streaming não irá mais restringir a quantidade de conteúdos salvos no Spotify. Ou seja, será possível adicionar quantas músicas quiser na conta, sem precisar remover algum item da coleção para incluir outro.

A alteração, porém, não afeta playlists e as músicas salvas no dispositivo. Em ambos os casos, a restrição de 10.000 itens se mantém. O Spotify também conservou o limite de downloads em até cinco dispositivos diferentes por conta.

A novidade está disponível no Spotify para celulares e tablets (Android e iOS), computadores (Linux, Mac e Windows) e web. Segundo o serviço de streaming de música, a alteração será disponibilizada aos usuários aos poucos.

Com informações: Spotify, The Verge e TechCrunch

Relacionados

Relacionados