Notícias Internet

Instagram testa recurso de financiamento coletivo

Os testes para as campanhas pessoais no Instagram começam agora, mas apenas para algumas contas nos Estados Unidos, Reino Unido e Irlanda

André Fogaça
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O Instagram começou a testar uma forma de levantar recursos financeiros (dinheiro) em campanhas pessoais. A ferramenta será implementada em poucos países neste momento e poderá coexistir com o adesivo de doação que já está funcionando desde o ano passado, mas não no Brasil.

instagram financiamento coletivo pessoal

As recentes doações para combater a pandemia de COVID-19, junto de pessoas oferecendo ajuda financeira para as manifestações raciais nos Estados Unidos, colaboraram para que o Facebook liberasse o recurso dentro do Instagram – mesmo que em fase de testes. As arrecadações podem ser iniciadas por qualquer usuário da rede social, focando em algumas causas específicas como viagens, voluntariado, esportes, educação, fé e até projetos da comunidade.

O financiamento coletivo então é avaliado pelo Instagram, que tem o papel de decidir se a causa é justa ou não. A campanha, uma vez liberada, tem duração de 30 dias, pode ser estendida por diversas vezes e a única exigência é que a pessoa que está levantando o dinheiro tenha ao menos 18 anos.

O doador pode escolher se quer ou não ter seu nome de usuário publicado, que também poderá ter o nome verdadeiro e até a quantia doada divulgados. A campanha também pode ser pública, ou ficar visível apenas para seguidores em contas que são privadas.

Os testes começam em algumas contas dos Estados Unidos, Reino Unido e Irlanda. O número de pessoas que poderão iniciar o financiamento coletivo aumentará com o passar dos próximos meses, mas ainda não existe previsão sobre a expansão do programa para outros países.

Com informações: Facebook.

André Fogaça

Ex-autor

André Fogaça é jornalista e escreve sobre tecnologia há mais de uma década. Cobriu grandes eventos nacionais e internacionais neste período, como CES, Computex, MWC e WWDC. Foi autor no Tecnoblog entre 2018 e 2021, e editor do Meio Bit, além de colecionar passagens por outros veículos especializados.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque