Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Facebook News será lançado no Brasil e mais países

Facebook News vai destacar notícias de veículos locais em aba exclusiva na rede social

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Em teste nos Estados Unidos desde outubro de 2019, o Facebook News vai ser lançado no Brasil e outros países no decorrer dos próximos meses. A iniciativa consiste em uma aba dentro da rede social que destaca as últimas notícias, com prioridade para publicações locais.

Até certo ponto, o Facebook News é equivalente ao Google Notícias. Ambos exibem as chamadas das notícias em uma espécie de feed, cabendo ao usuário tocar ou clicar naquelas do seu interesse para acessá-las na íntegra.

A principal diferença é óbvia: o Facebook News é totalmente integrado à rede social. Graças a isso, o usuário pode compartilhar uma notícia com seus contatos ou salvar links para acessá-los mais tarde, por exemplo.

Facebook News

Facebook News

O conteúdo é dividido em categorias como entretenimento, esportes, ciências & tecnologia, saúde e negócios, mas o usuário tem a opção de desativar aquelas que não são do seu interesse nas configurações da ferramenta.

Essa não é uma iniciativa unilateral. Em cada país em que o serviço será lançado — além do Brasil, está nos planos fazer a estreia no Reino Unido, Alemanha, França e Índia —, o Facebook irá fechar parcerias com a imprensa. “Pagaremos aos veículos de imprensa para garantir que seu conteúdo esteja disponível no novo produto”, diz a companhia em nota.

Ainda de acordo com o Facebook, o inventário de notícias variará de país para país, razão pela qual o trabalho conjunto com os veículos de imprensa será fundamental para adaptar a experiência do usuário e, ao mesmo tempo, respeitar os modelos de negócio desses serviços.

Por depender de acordos locais, ainda não há data definida para o Facebook News estrear no Brasil, mas a rede social pretende lançar o serviço em um prazo que pode variar de seis meses a um ano. A novidade não afetará a exibição das notícias que o usuário já visualiza em seu feed.