Notícias Aplicativos e Software

Disney+ começa a liberar GroupWatch para streaming em grupo

Inicialmente, o GroupWatch está em testes no Canadá e tem limite de seis convites por sessão; Disney+ chega ao Brasil em novembro

Ana Marques
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Disney começou a liberar o recurso para assistir vídeos em grupo em sua plataforma de streaming, o Disney+. A função já era aguardada desde que os primeiros rumores sobre seu desenvolvimento começaram a aparecer, no final de agosto. Inicialmente, a empresa está testando o GroupWatch no Canadá, mas a expectativa é de que a ferramenta chegue a outros países nos próximos meses.

GroupWatch no Disney+

Limite de participantes é visto em prints do GroupWatch no Disney+. (Imagem: Reprodução/SonicTheOWTHEEGE)

Com esse recurso, será possível transmitir qualquer filme, série ou programa do Disney+ – a exigência é que todos os participantes sejam assinantes do serviço.

Alguns prints confirmam características já esperadas, como o limite de convite para até seis amigos por sessão. Também é possível ver um novo ícone na interface que sugere a transmissão dos títulos (veja a imagem a seguir).

GroupWatch no Disney+

Ícone na página de título de programas permite transmissão via GroupWatch. (Imagem: Reprodução/SonicTheOWTHEEGE)

O recurso não é exatamente uma novidade no mercado – existem diversos apps e extensões por aí que permitem assistir ao conteúdo de plataformas como Netflix, YouTube e até mesmo Disney+ com amigos remotamente. A Amazon também já conta com sua forma nativa de hospedar transmissões para até 100 pessoas, chamada de Watch Party.

Aqui no Brasil – e em diversas partes do mundo –, a busca por formas de assistir a filmes com amigos online teve crescimento expressivo no início da pandemia provocada pela COVID-19. Isoladas para combater o vírus, as pessoas começaram a procurar formas para socializar e manter as atividades de lazer em conjunto, mesmo à distância.

O Disney+ chega ao Brasil oficialmente em 17 de novembro, e sua assinatura mensal deve custar R$ 28,99. Não se sabe, porém, se o serviço já contará com a função GoupWatch em sua estreia no mercado nacional.

Com informações: The Verge

Ana Marques

Editora-assistente

Ana Marques é jornalista e trabalha com tecnologia há 6 anos. Formada pela UFRJ, já passou pelo TechTudo (Globo) e pelo hub de conteúdo do Zoom, onde cobriu eventos nacionais e internacionais, analisando celulares, fones e outros eletrônicos. Em 2019, iniciou a coluna semanal "Vida Digital" no site da revista Seleções (Reader's Digest). Antes disso tudo, cursou Farmácia e fundou uma banda de rock.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque