CNH digital permite pagar multa com desconto de até 40%

Aplicativo pretende unificar processos de recebimento e pagamento de multas, e dá descontos para quitações antecipadas

Ana Marques
Por
• Atualizado há 2 anos

Motoristas que contam com a Carteira Digital de Trânsito (CDT) poderão pagar multas com até 40% de desconto. A novidade, anunciada nesta segunda-feira (21), faz parte da estratégia do Denatran para transformação digital, que pretende unificar os canais oficiais para visualização de informações sobre infrações de trânsito e emissão de boletos para o pagamento de multas.

Carteira Digital de Trânsito

O app da CDT reúne a versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Ele traz as mesmas funções do Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) – e pode ser acessada com o login único do GOV.BR.

Como obter descontos em multas com a CNH digital

Para ter direito ao desconto de até 40% em novas multas de trânsito, os motoristas devem acessar a penalidade por meio do aplicativo da CDT (no Android ou iOS). É necessário reconhecer a infração e desistir de interpor recurso administrativo. Além disso, o pagamento deve ser feito de forma antecipada.

Também é possível utilizar o sistema pelo computador por meio do Portal de Serviços do Denatran. Até o momento, a CDT só está disponível para pessoa física – empresas deverão monitorar suas frotas pelo SNE Web.

De acordo com o comunicado oficial na página do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), todos os órgãos de fiscalização nacionais, 15 Detrans e mais de 80 órgãos municipais já emitem multas eletrônicas. Caso a infração seja notificada pelo método tradicional (carta), o motorista não terá direito ao desconto.

É possível ver uma lista com todos os Detrans que já aderiram ao SNE no site do Serpro.

Com informações: Serpro

Ana Marques

Gerente de Conteúdo

Ana Marques é jornalista e escreve sobre tecnologia há 7 anos. Formada pela UFRJ, está na equipe do Tecnoblog desde 2020. Já passou pelo TechTudo (Globo) e pelo hub de conteúdo do Zoom, onde cobriu eventos nacionais e internacionais, analisando celulares, fones e outros eletrônicos. De 2019 a 2022, escreveu a coluna semanal "Vida Digital" no site da revista Seleções (Reader's Digest). Antes disso tudo, cursou Farmácia e fundou uma banda de rock.

Relacionados

Relacionados