Notícias Telecomunicações

Oi ativa 5G em Brasília e atinge até 500 Mb/s em testes

Com frequência de 2,1 GHz, 5G da Oi não exige plano específico e está presente em 80% de Brasília

Lucas Braga
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Prestes a vender a operação móvel, a Oi ativou sua rede 5G para uso comercial nesta quarta-feira (7). A operadora escolheu Brasília (DF) como a primeira cidade a receber a nova tecnologia, e utilizará a banda de 2,1 GHz (n1), anteriormente adotada com a tecnologia 3G. O lançamento antecede o próximo leilão de frequências da Anatel, que deve ocorrer apenas em 2021.

Loja da Oi em shopping. Foto: Divulgação

Uma diferença em relação ao 5G lançado pela Claro, Vivo e TIM é que a Oi dedicou a frequência de 2,1 GHz de forma exclusiva para a quinta geração, anteriormente destinada para o 3G. Nesse modelo, a empresa não precisa adotar o compartilhamento dinâmico de espectro (DSS).

A Oi é dona de um bloco de 10 MHz + 10 MHz de espectro na frequência de 2,1 GHz. O vice-presidente de Clientes da Oi, Bernardo Winik, afirmou ao Correio Braziliense que 10 MHz de espectro foram destinados para o 5G. O restante continua com o 3G, que está em desuso: em Brasília, apenas 7,4% dos terminais da operadora dependem dessa tecnologia.

5G da Oi atinge 500 Mb/s de download

Winik ainda revelou que foi possível conseguir velocidades de até 500 Mb/s nos testes da operadora e latência “muito baixa”. No portfólio da Oi apenas o Motorola Edge é compatível com o 5G da empresa, mas o Samsung Galaxy Note 20 Ultra também suporta a frequência (n1 2100).

Para usar o 5G da Oi, basta ser cliente da operadora e ter um smartphone compatível – não é necessário ter nenhum plano específico. Além disso, é preciso estar na área de cobertura da tecnologia, que já atinge 80% da cidade e 460 km² de extensão. Estas são as regiões cobertas:

  • Plano Piloto: Asa Norte, Asa Sul, Lago Norte e Lago Sul, incluindo a praça dos Três Poderes e Esplanada dos Ministérios
  • Setores Administrativos: Ceilândia, Cruzeiro, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Planaltina, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho, Sudoeste e Taguatinga.
Lucas Braga

Autor especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque