Início / Notícias / Jogos /

Executivo do Google Stadia defende cobrar streamers de jogos

Um dos executivos do Google Stadia emitiu declarações polêmicas sobre streamers e jogos, levantando debate a respeito no Twitter

Por

Alex Hutchinson, diretor criativo no Google Stadia, gerou polêmica na tarde desta quinta (22), ao declarar que streamers de jogos deveriam pagar por licenças dos games que transmitem ao público. Hutchinson chamou a atenção para o fato de que isso funciona para músicas, mas não para os videogames.

Declaração de Alex Hutchinson acende polêmica sobre streamers de jogos (Imagem: Google Stadia)

Declaração de Alex Hutchinson acende polêmica sobre streamers de jogos (Imagem: Google Stadia)

Em sua conta no Twitter, Hutchinson comentou o seguinte:

“Streamers preocupados em ter conteúdo suspenso por terem usado músicas pelas quais não pagaram deveriam estar mais preocupados com o fato de que estão transmitindo jogos pelos quais não pagaram também. Tudo vai acabar assim que as empresas começaram a agir”.

A declaração, claro, levantou discussões acaloradas na rede social, com respostas debochando da opinião do executivo e contra-atacando com outras justificativas. Ele prosseguiu com outra declaração, em seguida:

“A realidade é que os streamers deveriam pagar s desenvolvedores e empresas pelos games que transmitem. Eles deveriam comprar uma licença, como qualquer negócio real, e pagar pelo conteúdo que usam”.

A comparação de Hutchinson se dá pelo fato de que, se alguém quiser usar uma música ou trecho de filme/série em seus vídeos, devem pagar pelas licenças. De maneira parecida, softwares de edição e derivados também possuem licenças para uso profissional. Na opinião do executivo, o mesmo deveria ocorrer com os jogos.

Google Stadia e o streaming

O Google Stadia é uma plataforma que oferece streaming de jogos e que possui soluções embutidas para pessoas que têm canais de streaming, como interação direta com quem está assistindo.

Além disso, a ideia nasceu tomando como base o sucesso de streamers no mundo todo. Na apresentação inicial do Stadia, o Google chama a atenção para a quantidade de horas que as pessoas gastam assistindo a streaming de games online.