Início / Notícias / Finanças /

Cartões do Itaú não irão mais pontuar no PicPay e RecargaPay

Cartões do Itaú não acumularão pontos em transações em carteiras de pagamento PicPay e RecargaPay a partir de novembro

Por

Os cartões do Itaú deixarão de acumular pontos em transações feitas no PicPay e RecargaPay. Segundo o banco, a mudança entrará em vigor “a fim de desestimular o uso indevido de cartões de crédito e evitar riscos ao ecossistema financeiro”. Os cartões cadastrados em carteiras como Apple Pay e Samsung Pay continuarão a pontuar.

Cartões do Itaú no Apple Pay (Imagem: Tecnoblog)

Cartões do Itaú no Apple Pay (Imagem: Tecnoblog)

Cartões do Itaú terão alteração no programa de pontos

A alteração no regulamento do programa de pontos foi anunciada através de um e-mail enviado aos clientes. No comunicado, o banco afirmou que, a partir de 27 de novembro de 2020, “todas as transações feitas com cartão de crédito cadastrados em carteiras de pagamento não acumularão mais pontos no seu programa”.

Procurado pelo Tecnoblog, o Itaú afirmou que, neste momento, a medida será aplicada às carteiras RecargaPay e PicPay. Transações realizadas com o Apple Pay, Google Pay, PayPal, Samsung Pay, e com “carteiras vinculadas a sites e aplicativos”, como Ame Digital, Magalu Pay, Mercado Pago, Rappi, iFood e mais, ainda irão pontuar.

“A fim de desestimular o uso indevido de cartões de crédito e evitar riscos ao ecossistema financeiro, os programas de fidelidade vinculados a todos os produtos do Itaú Unibanco deixarão de acumular pontos originados por transações via carteiras de pagamentos que desrespeitem regras estabelecidas pelas bandeiras de cartões e/ou normas das autoridades que regulam esse mercado”, afirmaram.

O novo regulamento estará disponível aos clientes no próximo dia 27. Confira o posicionamento do Itaú desta quinta-feira (12) na íntegra:

“A fim de desestimular o uso indevido de cartões de crédito e evitar riscos ao ecossistema financeiro, os programas de fidelidade vinculados a todos os produtos do Itaú Unibanco deixarão de acumular pontos originados por transações via carteiras de pagamentos que desrespeitem regras estabelecidas pelas bandeiras de cartões e/ou normas das autoridades que regulam esse mercado. A medida terá validade a partir de 27 de novembro de 2020 e será aplicada, neste momento e em função de tais critérios, às carteiras RecargaPay e PicPay. Vale ressaltar que os pagamentos realizados com carteiras digitais como Apple Pay, Google Pay, PayPal, Samsung Pay e carteiras vinculadas a sites e aplicativos de comércio eletrônico, como, por exemplo, Ame Digital, Magalu Pay, Mercado Pago, Rappi e iFood, entre outras, continuarão pontuando normalmente. As compras realizadas por qualquer carteira digital continuarão sendo consideradas nas metas de gastos para a isenção de anuidade dos cartões com essa possibilidade. Atualizações sobre o assunto serão comunicadas previamente aos clientes”.