Início / Notícias / Finanças /

Pix movimenta R$ 325 milhões antes de lançamento geral

Até o momento, Pix registrou cerca de 826 mil transferências; sistema será liberado para todos na segunda-feira (16)

Victor Hugo Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Prestes a ser liberado para todos, o Pix já movimentou um valor significativo em sua fase restrita, também conhecida como soft opening. Entre 3 e 12 de novembro, o sistema de pagamentos instantâneos registrou 826 mil transações, que totalizaram R$ 325 milhões. O valor médio das transferências, portanto, é de pouco mais de R$ 393.

Pix no aplicativo do Nubank (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Pix no aplicativo do Nubank (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

A informação foi divulgada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) com base em dados do Banco Central. Até o momento, foram cadastradas 69,5 milhões de chaves Pix, sendo 66,6 milhões de pessoas físicas. Vale lembrar que, como cada pessoa ou empresa pode cadastrar mais de uma chave, o número é maior do que o total de usuários. O BC indica ainda que o CPF foi o tipo de chave mais usado, cadastrado 25,4 milhões vezes.

A Febraban afirma que o Pix se mostrou eficiente durante a fase restrita, que já registrou um grande volume de transações. A entidade afirma que seus 120 bancos associados estão preparados para a operação plena do sistema de pagamentos do BC, que começa na segunda-feira (16), a partir das 9h.

“Estivemos em constante processo de preparação juntamente com o Banco Central e os bancos estão bem preparados para dar vazão ao início das transações do Pix, bem como para corrigir eventuais problemas pontuais que possam ocorrer, o que é natural em qualquer grande processo de inovação tecnológica”, afirma o presidente da Febraban, Isaac Sidney.

Pix avança na fase restrita

Em seus primeiros dias da fase restrita, o sistema de pagamentos registrou um crescimento expressivo no número de transações. Em 3 de novembro, ainda com o horário restrito das 9h às 17h foram 1.570 transferências. Já entre 5 e 6 de novembro, nas primeiras 24 horas contínuas, foram 57 mil. Até a quinta-feira (12), a média diária era de 82 mil transferências.

Com o Pix, é possível fazer transferências que são concluídas em até 10 segundos. A partir de 16 de novembro, elas estarão disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, incluindo finais de semana e feriados. A transferência digital é gratuita para pessoa física e MEI, e exige apenas conta em uma das 762 instituições que aderiram ao sistema, o que inclui grandes bancos e fintechs.