Notícias Aplicativos e Software

Instagram Live Rooms faz transmissão ao vivo de até 4 pessoas

As novas Live Rooms do Instagram apenas aumentam para quatro o número máximo de participantes das transmissões ao vivo no app

André Fogaça
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O Instagram está aumentando a quantidade máxima de participantes em uma live para até quatro pessoas, com todas elas dividindo o display de quem assiste – esse tipo de transmissão também ganhou nome de Live Rooms. A novidade começa primeiro em alguns países do sudeste asiático e pode ser uma resposta ligeiramente tardia para os vídeos ao vivo, tão comuns desde o começo da pandemia de COVID-19.

Instagram Live Rooms (Imagem: divulgação/Instagram)

Instagram Live Rooms (Imagem: divulgação/Instagram)

As Live Rooms são quase a mesma coisa que já existe na rede social quando o assunto é live, com a diferença de que no lugar da pessoa que transmite e um convidado, agora é possível assistir quatro participantes na mesma sessão.

O funcionamento também é basicamente o mesmo: quem inicia a live pode aceitar o pedido de um espectador para entrar na transmissão e assim dividir a tela, ou então buscar um usuário específico em uma lista e esperar o aceite do convite enviado. Os três participantes podem ser adicionados ao mesmo tempo, ou então aos poucos e não é possível aumentar este limite – para um novo entrar, alguém tem que sair.

Por enquanto a nova ferramenta do Instagram está em período de lançamento em ondas apenas na Índia, que já testava as Live Rooms, e na Indonésia, mas é bem provável que a expansão do número de participantes em lives aconteça aos poucos em outros países – justo agora, quando as lives no Instagram não estão mais tão populares como já foram.

Instagram vem ganhando recursos e sofrendo mudanças

A rede social que faz parte do Facebook vem trazendo novos recursos nos últimos meses, como a possibilidade de temas no chat (que também afeta o Messenger), buscar conteúdo apenas com uma palavra-chave e até mesmo a parte de Guias, para usuários criarem curadorias com fotos e vídeos publicados no feed, IGTV e Stories.

Por outro lado também existem mudanças nem tão amadas assim, como é o caso dos botões de Loja e Reels – o último dos dois é a resposta da rede social para o sucesso do TikTok e completou um ano recentemente.

Com informações: XDA-Developers.

André Fogaça

O André Fogaça virou jornalista em 2013, escreve sobre tecnologia desde 2010, mora em São Paulo e é um Nintendista enrustido. Começou a amar podcasts nos últimos anos.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque