Facebook e Instagram bloqueiam Trump por tempo indeterminado

Mark Zuckerberg diz que perfis de Donald Trump no Facebook e no Instagram ficarão bloqueados por pelo menos duas semanas

Felipe Ventura
Por

As contas de Donald Trump no Facebook e no Instagram ficarão bloqueadas por pelo menos duas semanas, até que Joe Biden seja empossado no dia 20 de janeiro, anunciou o CEO Mark Zuckerberg nesta quinta-feira (7). O Twitter, por sua vez, pode restabelecer acesso ao perfil do presidente dos EUA ainda hoje.

Donald Trump (Imagem: Gage Skidmore/Flickr)

Donald Trump (Imagem: Gage Skidmore/Flickr)

Trump bloqueado no FB e Instagram

Zuckerberg comenta sobre a invasão de apoiadores de Trump ao Capitólio, onde ficam os deputados federais e senadores; ontem, os legisladores estavam confirmando o voto do colégio eleitoral que deu vitória a Biden.

“Os eventos chocantes das últimas 24 horas demonstram claramente que o presidente Donald Trump pretende usar seu tempo restante no cargo para minar a transição pacífica e legal de poder para seu sucessor eleito”, afirma o CEO do Facebook.

As contas de Trump ficarão bloqueadas porque, para Zuckerberg, “a prioridade para todo o país agora deve ser garantir que os 13 dias restantes e os dias após a posse decorram pacificamente e de acordo com as normas democráticas estabelecidas”.

O CEO afirma que o bloqueio é por tempo indeterminado. “Acreditamos que os riscos de permitir que o presidente continue a usar nossos serviços durante este período são simplesmente grandes demais”, ele argumenta.

Ontem, Facebook e Instagram removeram um vídeo em que Trump apoia, em vez de condenar, o ataque ao Capitólio. Ele diz que os invasores são “muito especiais” e alega falsamente que ganhou a eleição presidencial.

Não é a primeira vez que posts de Trump são apagados ou sinalizados. Então por que a conta ainda não foi removida? “Fizemos isso porque acreditamos que o público tem direito ao mais amplo acesso possível ao discurso político, mesmo se for polêmico”, diz Zuckerberg. “Mas o contexto atual agora é fundamentalmente diferente, envolvendo o uso de nossa plataforma para incitar uma insurreição violenta contra um governo eleito de forma democrática.”

Twitter pode restaurar conta de Trump

Este foi um dos tweets removidos da conta de Trump (Imagem: Reprodução/Twitter)

Este foi um dos tweets removidos da conta de Trump (Imagem: Reprodução/Twitter)

O Twitter também apagou o vídeo de Trump e impôs um bloqueio de 12 horas. No entanto, a conta do presidente deve voltar ao ar depois desse prazo, segundo a empresa diz ao TechCrunch.

Ontem, o Twitter exigiu que a conta de Trump apagasse três tweets: além do vídeo, havia declarações com fake news sobre fraudes na eleição de 2020 – um dos posts sugeria que ações terroristas em Washington seriam justificadas por causa disso.

É importante notar que o Twitter não exclui os tweets diretamente: em vez disso, a empresa oculta as mensagens e obriga o usuário a removê-las; caso contrário, a conta não pode ser usada de novo.

Relacionados

Relacionados