Início / Notícias / Negócios /

Pix chega a 133 milhões de chaves registradas em dois meses

Mais de 133 milhões chaves foram cadastradas no Pix; além da chave aleatória é possível vincular CPF, número de celular, e-mail

Lucas Braga

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Banco Central divulgou que o Pix atingiu a marca de 133 milhões de chaves cadastradas com apenas dois meses de funcionamento do sistema de pagamento instantâneo. A novidade está disponível em praticamente todos os bancos e as transações podem ser feitas usando o smartphone.

Pix no aplicativo do Nubank (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Mais de 133 milhões de chaves Pix foram cadastradas (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

É importante lembrar que não são 133 milhões de pessoas que possuem cadastro de chaves no Pix. Existem quatro diferentes tipos de identificadores: CPF, número de telefone celular, e-mail e chave aleatória. É possível cadastrar mais de uma chave por conta, facilitando as transferências eletrônicas.

De acordo com o Banco Central, 128,1 milhões de chaves foram cadastradas por pessoas físicas, enquanto 5,7 milhões são de empresas. No primeiro mês de operação o Pix respondeu por 30% de todas as transferências entre diferentes bancos, tomando espaço dos tradicionais DOC e TED que costumam ser tarifados pelos maiores bancos.

Pix é gratuito e funciona 24 horas por dia

A principal vantagem do Pix é que ele é gratuito para pessoa física (empresas podem ser tarifadas ao receber e efetuar pagamentos). Outro ponto positivo é que a plataforma fica disponível 24 horas por dia, inclusive em finais de semana e feriados – algo que não ocorria nos demais métodos de transferências.

Além do uso das chaves, é possível fazer transferências pelo Pix usando o mesmo método tradicional dos DOCs e TEDs, informando o número da agência, conta, nome completo e CPF/CNPJ. Também é possível fazer pagamentos usando um QR Code.

O uso do Pix não é restrito a transferências, e diversas empresas e instituições passaram a aceitar a novidade para receber pagamentos. Órgãos e entidades públicas poderão emitir cobranças com o novo sistema, operadoras de telefonia começaram a enviar faturas atualizadas com a tecnologia e até lojas como Submarino e Americanas incluíram Pix para compras pelo site.