Início / Notícias / Finanças /

China vai distribuir US$ 3 milhões em moeda digital do governo

Governo chinês busca aumentar adesão ao novo yuan digital, criptomoeda vinculada ao Banco Central chinês, através de loterias

Bruno Ignacio

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Moedas digitais vinculadas a Banco Centrais (CBDC) são uma tendência mundial. A China, no momento, é o país mais avançado no mercado, com o yuan digital já operante. Contudo, a adesão à criptomoeda estatal ainda é baixa. Por isso, governos municipais chineses estão premiando a moeda através de loterias festivas. Agora, durante evento no município de Shenzhen, cerca de US$ 3,1 milhões serão distribuídos.

Yuan (imagem: Adrian Korte/Flickr)

Yuan (imagem: Adrian Korte/Flickr)

No dia 26 de janeiro, durante o tradicional festival de lanternas na China, a cidade de Shenzhen irá promover eventos de loteria. Serão sorteados os chamados “envelopes vermelhos”, cada um contendo aproximadamente US$ 31 em yuans digitais para um total de 100 mil vencedores.

O plano é inserir o yuan digital no mercado e estimular a circulação e adoção da nova criptomoeda do Banco Central chinês. Para participar dos sorteios, residentes devem ter adquirido o seguro social das entidades comerciais para as quais trabalham e ter planos definitivos de permanecer na cidade durante o feriado do ano novo lunar (também conhecido como o festival da primavera).

Outros dois lotes de premiações já ocorreram

Em outubro de 2020, no distrito de Luoho, o mesmo esquema de loterias aconteceu. Na época, o yuan digital estava ainda mais prematuro, e o primeiro lote de premiações serviu principalmente para testar a criptomoeda. Já no início de janeiro de 2021, o distrito de Futian realizou o mesmo evento, com a moeda digital do Banco Central chinês já um pouco mais amadurecida.

Os prêmios em criptomoeda poderão ser gastos em cerca de 35 mil estabelecimentos comerciais que já incorporaram o sistema do yuan digital em seus pagamentos. Porém, há um prazo, do dia 01 a 09 de fevereiro, para que vencedores gastem suas moedas digitais. Eles também serão impedidos de transferir seus “envelopes vermelhos” a terceiros. Dessa maneira, o governo chinês busca forçar a circulação da CBDC.

Evento também busca combater COVID-19

O festival de ano novo lunar na China é um dos principais eventos culturais no país. Muitos chineses viajam durante esta época, assim como brasileiros tradicionalmente celebram a virada de ano na praia. Assim, governos distritais buscam também incentivar moradores a não saírem de seus municípios.

Além de promover a adoção do novo yuan digital, a condição de permanência na cidade durante o feriado para participar das premiações é uma estratégia das autoridades de saúde chineses para evitar a circulação de pessoas entre municípios nesta próxima semana.

Ambos os eventos realizados anteriormente em outros distritos foram bem sucedidos em tudo que se propuseram. O yuan digital foi devidamente gasto no varejo, enquanto a população passou a conhecer e se familiarizar com a criptomoeda e seus processos de pagamento.

Com informações: Cointelegraph