Início / Notícias / Computador /

AMD leva recurso que otimiza jogos para chips Ryzen 3000

Antes compatível apenas com chips Ryzen 5000, tecnologia AMD Smart Access Memory agora funciona com linha Ryzen 3000

Por

Com o anúncio da Radeon RX 6700 XT, na quarta-feira (3), a AMD expandiu a tecnologia Smart Access Memory, que otimiza o acesso à memória gráfica. Até então, o recurso funcionava apenas com placas de vídeo da série Radeon RX 6000 trabalhando em conjunto com processadores Ryzen 5000. Agora, chips Ryzen 3000 também são compatíveis.

Processador Ryzen (imagem: divulgação/AMD)

Processador Ryzen (imagem: divulgação/AMD)

Smart Access Memory é o nome que a AMD usa para a Resizable BAR, tecnologia ligada ao PCI Express. Durante a execução de um jogo, informações sobre elementos gráficos podem ser transferidos com frequência do processador para a placa de vídeo. Basicamente, a Resizable BAR facilita esse trabalho ao permitir que a CPU tenha acesso direto a toda a memória da GPU.

Na abordagem padrão, esse acesso é feito em blocos. Com a nova técnica, várias solicitações de transferência de dados entre CPU e GPU podem ser executadas simultaneamente. Dependendo do jogo, a Resizable BAR pode fazer o desempenho melhorar em 15%, aproximadamente — em alguns casos, o ganho de performance chega a 20%, de acordo com o TechSpot.

A tecnologia Smart Access Memory foi revelada pela AMD junto com o anúncio das placas Radeon RX 6800, Radeon 6800 XT e Radeon 6900 XT. Como membro da família, a recém-chegada Radeon RX 6700 XT também é compatível com o recurso.

Pegando carona no anúncio mais recente, a AMD anunciou que essas placas poderão ativar a Smart Access Memory em computadores equipados com processadores Ryzen 3000. Até então, apenas chips da série Ryzen 5000 eram compatíveis, como já ficou claro.

Radeon RX 6700 XT (imagem: divulgação/AMD)

Radeon RX 6700 XT (imagem: divulgação/AMD)

Essa é uma novidade importante. Além de ampliar o acesso à tecnologia, o anúncio chega em um momento em que consumidores têm enfrentado certa dificuldade para encontrar chips AMD Ryzen 5000 no mercado.

Agora, o momento do “mas”: para a Smart Access Memory funcionar com processadores Ryzen 3000, é necessário contar com uma placa-mãe baseada em chipset B550 ou X570. A tecnologia não funciona com placas equipadas com os chipsets B450 e X470. Chips Ryzen 3000G também não são compatíveis.

Resizable BAR na Nvidia

A AMD não é a única companhia a dar espaço à Resizable BAR. A Nvidia também está ativando a tecnologia em suas GPUs mais recentes. A série GeForce RTX 3000 para notebooks já é compatível. A GeForce RTX 3060 para desktops também. Os demais modelos RTX 3000 para desktops deverão ser compatíveis até o fim do mês.

Para a Resizable BAR funcionar com essas placas, elas devem trabalhar em conjunto com processadores AMD de arquitetura Zen 3 ou com chips Intel de 10ª e 11ª gerações.

Com informações: The Verge, Tom’s Hardware.