Notícias Aplicativos e Software

Gastos com apps de Android e iOS batem recorde de US$ 32 bi

Usuários aumentaram em 40% os gastos em apps durante 1 ano de pandemia, crescimento registrado tanto no iOS como no Android

André Fogaça
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

As pessoas gastaram muito mais dinheiro em aplicativos para iPhone, iPod Touch, iPad e aparelhos Android no primeiro trimestre de 2021, quando comparado ao mesmo período do ano passado, época inicial da pandemia com lockdown em alguns países da Europa e Ásia. Os dados são da consultoria App Annie e apontam o maior crescimento nos games para essas plataformas.

App Store no iPhone (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

App Store no iPhone (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Se tem uma coisa que aconteceu desde o começo da pandemia comigo, como consequência do isolamento social, foi a economia de dinheiro para bar, restaurante, café, metrô, e ônibus. Por conta disso eu gastei mais em comida por delivery, e-commerce e algumas coisas de apps, como compra de filmes. Justamente este último cenário foi identificado pela App Annie.

A consultoria divulgou dados de uma pesquisa que identificou crescimento de 40% nas compras dentro de aplicativos, quando comparados os primeiros trimestres de 2020 e 2021. No geral, somando jogos e apps disponíveis para iOS e Android, o gasto das pessoas bateu em US$ 32 bilhões apenas nos três primeiros meses deste ano – o número é o mais elevado desde que a empresa começou a calcular este dado.

Separando cada período, as pessoas gastaram US$ 9 bilhões a mais nestas compras em apps no primeiro trimestre de 2021, do que os 90 primeiros dias do ano passado.

Gasto em apps cresceu equilibrado entre Android e iOS

Google Play Store (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Google Play Store (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Nós já sabemos que usuários de iPhone, iPod Touch ou iPad gastam mais quando comparados aos que escolhem smartphones e tablets Android, mas este cenário não impediu o crescimento das compras em apps acontecendo basicamente na mesma proporção em ambos os sistemas operacionais.

Em números, quem escolhe um iOS fez estes gastos subirem para US$ 21 bilhões no primeiro trimestre de 2021, enquanto o pessoal do Android registrou alta de US$ 11 bilhões no mesmo período. Os downloads, juntando apps gratuitos e pagos, subiram 10% nos dois lados.

Neste caso, existe uma diferença entre iPhones e o robô verde do Google: usuários do Android baixaram tanto jogos como aplicativos, enquanto no iOS as pessoas deixaram os games de lado e focaram quase que totalmente em apps, especialmente nos que cuidam de saúde e exercícios físicos, com aumento de 25% em comparação com o trimestre de 2020.

Já no Android, o crescimento em apps ficou marcado por 40% para os que fazem previsão do tempo, seguido de 35% para aplicativos de paquera – como o Tinder. Juntando os dois sistemas operacionais, os principais downloads que não são jogos ficaram com TikTok, Facebook e Instagram. Os maiores registros de usuários ativos por mês estiveram com a rede social de Mark Zuckerberg, depois vem o WhatsApp e em seguida o Messenger do Facebook.

Em jogos, os três primeiros colocados em número total de downloads foram Join Clash 3D, Among Us! e DOP 2: Delete One Part. Os três onde as pessoas mais gastaram dinheiro são ROBLOX, Genshin Impact e Coin Master. Já em usuários ativos por mês, Among Us! aparece em primeiro, depois PUBG Mobile e em seguida Candy Crush Saga.

Com informações: App Annie.

André Fogaça

Ex-autor

André Fogaça é jornalista e escreve sobre tecnologia há mais de uma década. Cobriu grandes eventos nacionais e internacionais neste período, como CES, Computex, MWC e WWDC. Foi autor no Tecnoblog entre 2018 e 2021, e editor do Meio Bit, além de colecionar passagens por outros veículos especializados.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque