Notícias Internet

Facebook coloca aviso de sátira em posts no feed de notícias

Por conta de testes do Facebook, algumas páginas terão um rótulo para explicar que o conteúdo é humorístico

Victor Hugo Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O Facebook quer evitar que páginas de humor sejam levadas a sério por usuários. Para isso, a rede social passou a testar um aviso de sátira em posts que se parecem com notícias, mas não são. A ideia é evitar que os conteúdos sejam interpretados como declarações de figuras públicas ou de veículos de notícias, por exemplo.

Facebook testa aviso em páginas de sátira (Imagem: Divulgação)

Facebook testa aviso em páginas de sátira (Imagem: Divulgação)

Com a mudança, os posts do feed passarão a exibir, abaixo do título, um rótulo para dar mais contexto sobre a página. O Facebook anunciou a mudança na quarta-feira (7) e indicou que fará testes nos Estados Unidos. Além das páginas de sátira, os rótulos poderão ser aplicados às páginas de políticos e fã clubes.

Ao selecionar um aviso, os usuários recebem uma explicação detalhada da rede social. No caso de páginas de sátira, a plataforma indica que elas podem ter posts muito parecidos com os de figuras públicas e veículos de notícias. A rede social também aponta que os administradores podem rotular suas páginas como humorísticas para evitar a confusão.

Facebook quer evitar mal ententidos

Segundo o Facebook, o objetivo dos rótulos é fazer os usuários entenderem melhor quem é o autor de determinada publicação. A expectativa é de que a medida torne menos comuns os casos em que usuários não conhecem páginas como a do Sensacionalista e interpretam o conteúdo como uma notícia verídica.

Esta é mais uma tentativa do Facebook para evitar mal entendidos em sua plataforma. Em junho de 2020, a rede social passou a exibir avisos em páginas de veículos de notícias que são parcial ou completamente controlados por governos. Na ocasião, a empresa considerou que os usuários devem saber se as notícias que eles recebem podem ter alguma influência governamental.

Com informações: The Verge.

Victor Hugo Silva

Victor Hugo Silva é formado em jornalismo, mas começou sua carreira em tecnologia como desenvolvedor front-end, fazendo programação de sites institucionais. Neste escopo, adquiriu conhecimento em HTML, CSS, PHP e MySQL. Como repórter, tem passagem pelo iG e pelo G1, o portal de notícias da Globo. No Tecnoblog, foi redator, escrevendo sobre eletrônicos, redes sociais e negócios, entre 2018 e 2021.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque