Início / Notícias / Jogos /

Resident Evil Village revela várias opções de resolução para consoles

Resident Evil Village vai deixar que o jogador escolha qual resolução quer usar durante as partidas, em especial na nova geração

Felipe Vinha

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Acredite se quiser, mas Resident Evil Village terá várias opções de resolução para quem vai jogar nos consoles, algo que não é muito comum de acontecer. Normalmente, diferentes resoluções ficam disponíveis nas versões para PC dos jogos, mas nos modelos mais atuais do PlayStation e do Xbox isso também deve ocorrer, de acordo com uma tabela liberada pela Capcom.

Resident Evil Village chega em maio (Imagem: Divulgação/Capcom)

Resident Evil Village terá diferentes opções de resolução (Imagem: Divulgação/Capcom)

O motivo é bem simples e especialmente focado na nova geração – PS5 ou Xbox Series S e X –, e também em modelos mais potentes de videogames antigos, como PS4 Pro e Xbox One X.

Em alguns casos, o jogador vai poder escolher qual tipo de resolução quer – priorizando resolução ou efeitos visuais, como o Ray Tracing. Parece um pouco confuso, e talvez seja de fato. O fps, ou seja, a taxa de quadros, também será afetado.

Será possível escolher qual opção quer no início do jogo, mas também poderemos trocar mais tarde, quando a opção estiver disponível.

Resoluções de Resident Evil Village

Veja o que estará disponível para cada aparelho:

Console e opçãoResolução
PS5 com efeito de Ray Tracing ligado4K HDR a 45 fps
PS54K HDR a 60 fps
PS4 Pro1080p a 60 fps
PS4 Pro com maior resolução ligada4K HDR a 30 fps
PS4900p a 45 fps
Xbox Series X4K HDR a 60 fps
Xbox Series X com Ray Tracing ligado4K HDR a 45 fps
Xbox Series S1440p a 45 fps
Xbox Series S com Ray Tracing ligado1440p a 30 fps
Xbox One X1080p a 60 fps
Xbox One X com maior resolução ligada4K HDR a 30 fps
Xbox One900p a 30 fps

É claro que consoles mais antigos terão menor performance, mas isso não quer dizer que o jogo seja tão menos bonito neles, ainda assim.

Com informações: Eurogamer.