Sistema operacional Google Fuchsia agora pode ser emulado no Linux

Desenvolvedores do dahliaOS criaram projeto que emula sistema operacional Fuchsia em computadores com Linux

Emerson Alecrim
Por

O Fuchsia, novo sistema operacional do Google, foi lançado oficialmente nesta semana, mas ainda não pode ser testado facilmente. Por enquanto, a novidade roda apenas no Google Nest Hub de primeira geração. A boa notícia é que um grupo de desenvolvedores criou o FImage, um emulador que permite que o Fuchsia seja testado em um computador com Linux.

Sistem operacional Fuchsia no FImage para Linux (imagem: divulgação/dahliaOS)

Sistem operacional Fuchsia no FImage (imagem: divulgação/dahliaOS)

É preciso que esse computador atenda aos requisitos mínimos. O FImage (ou Portable Fuchsia Emulator) exige um PC com pelo menos 8 GB de RAM, processador Intel produzido a partir de 2010 para máquinas com placa de vídeo dedicada e sistema operacional Linux atual (de preferência, o Ubuntu 20.04 ou superior). Se a máquina não tiver GPU dedicada, é necessário contar com um chip Intel de quarta geração ou superior.

O projeto está sendo conduzido pelos desenvolvedores do dahliaOS, sistema operacional que visa unir as melhores características do ecossistema do Linux com os recursos do Fuchsia.

Neste ponto, vale destacar que o Fuchsia OS é um projeto de código-fonte aberto, portanto, você pode baixá-lo, compilá-lo com os devidos ajustes para rodá-lo em determinado computador e, se quiser, liberar o resultado desse trabalho para outros interessados.

É isso o que os desenvolvedores do dahliaOS fizeram. O FImage reúne os recursos necessários para que o usuário possa conhecer o Fuchsia. É verdade que não basta simplesmente baixar o pacote e executá-lo. O procedimento de instalação requer alguns comandos de texto — as orientações estão disponíveis na documentação do FImage.

Sistem operacional Fuchsia no FImage (imagem: divulgação/dahliaOS)

Sistem operacional Fuchsia no FImage para Linux (imagem: divulgação/dahliaOS)

Se tudo der certo, o Fuchsia vai ser emulado com uma interface gráfica simples, mas que dá uma noção daquilo que o sistema operacional do Google poderá fazer.

Uma noção não muito clara, talvez, pois o código-fonte do Fuchsia OS disponível publicamente pode não conter os aprimoramentos mais recentes do sistema operacional.

De todo modo, o Portable Fuchsia Emulator não deixa de ser uma iniciativa interessante, pelo menos até que o projeto avance e o Google libere uma versão minimamente usável do sistema operacional.

O FImage pode ser baixado a partir do GitHub.

Com informações: 9to5Google.

Relacionados

Relacionados