Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Link para baixar Windows 11 é removido de site por ordem da Microsoft

Após vazamento do Windows 11, Microsoft faz reclamação por direitos autorais ao Google pedindo para remover links para download

Ana Marques

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Após o vazamento do Windows 11, na terça-feira (15), diversos usuários fizeram o download e experimentaram a ISO do sistema que deve ser apresentado em 24 de junho. No entanto, agora o link para download está sendo removido de diversos sites por ordem da Microsoft.

Windows 11 é revelado em vazamento (Imagem: Reprodução/The Verge)

Windows 11 é revelado em vazamento (Imagem: Reprodução/The Verge)

Ao tentar acessar um dos links que prometia ensinar como baixar e instalar a build vazada, o usuário atualmente é redirecionado para um outro post com informações descobertas sobre o Windows 11, mas sem o link para download.

Como a situação é recente, ainda é possível encontrar o título do post antigo na busca Google, conforme mostra o print a seguir:

Busca do Google ainda mostrava links para download do Windows 11 vazado (Imagem: Reprodução/Google)

Busca do Google ainda mostrava links para download do Windows 11 vazado (Imagem: Reprodução/Google)

A Microsoft chegou a prestar uma queixa oficial por DMCA (Digital Millennium Copyright Act, ou “Lei dos Direitos Autorais do Milênio Digital”) ao Google por listar o artigo do Beebom em seus resultados de pesquisa – a reclamação foi registrada em 17 de junho.

Reclamação de direitos autorais da Microsoft (Imagem: Reprodução/Lumen)

Reclamação de direitos autorais da Microsoft (Imagem: Reprodução/Lumen)

Temos uma confirmação sobre o Windows 11, então?

Aparentemente sim. Apesar de, inicialmente, alguns usuários mais céticos acreditarem que tudo isso não passa de um plano da Microsoft para enganar todo mundo – em tese, a empresa teria planejado um suposto Windows 11 que, no fim das contas, seria falso, para depois apresentar o OS verdadeiro com um novo nome.

O esforço da big tech para remover os links para o vazamento parece ser genuíno, comprovando que o Windows 11 é real e está prestes a ser anunciado.

Obviamente trata-se de uma versão inacabada – é possível que algumas outras novidades sejam mostradas no evento da Microsoft, na próxima semana. Mas provavelmente boa parte das novidades já foram descobertas, incluindo o novo menu Iniciar, o redesenho da barra de ferramentas e outros detalhes estéticos da interface.

Vale lembrar que a Microsoft também está preparando um segundo evento voltado para desenvolvedores no dia 24, possivelmente para falar sobre sua nova loja de aplicativos. Agora é esperar para ver – e, quem sabe, encontrar mais alguns vazamentos até lá.

Com informações: Windows Central