Google Doodle incentiva brasileiros a tomarem vacina contra COVID-19

Google pede para que pessoas no Brasil usem máscara e recebam imunização contra COVID-19; vacinação chega a 88 milhões de doses no país

Felipe Ventura
Por

Minha mãe tomou as duas doses da vacina contra a COVID-19, e eu recebi a primeira dose por estar em grupo de comorbidade. A imunização é um passo crucial para nossa vida voltar ao ritmo de antes, sem a necessidade de usar máscara ou de evitar sair de casa. O Google está tentando ajudar nisso com um Doodle na página inicial da busca, que leva o usuário a resultados sobre “vacina covid perto de mim”.

Google Doodle sobre "vacina covid perto de mim" (Imagem: Reprodução)

Google Doodle sobre “vacina covid perto de mim” (Imagem: Reprodução)

“Tome a vacina, use máscara, salve vidas”, diz o Google em uma página sobre o Doodle desta terça-feira (22). “À medida que a COVID-19 continua a impactar comunidades em todo o mundo, ajude a impedir a disseminação encontrando um local de vacinação e seguindo medidas de prevenção.”

Este Doodle está sendo exibido no Brasil, Chile, Espanha, Reino Unido, Polônia, Índia, Indonésia, Coreia do Sul e outros. Em maio, a mesma imagem animada já havia aparecido nos EUA e Canadá.

Brasil tem vacinas Coronavac, AstraZeneca e Pfizer

No Brasil, já foram aplicadas mais de 88 milhões de doses, das quais 24,3 milhões correspondem à segunda dose. Ou seja, 11,5% da população brasileira está totalmente imunizada.

De acordo com o Ministério da Saúde, metade das doses são da Coronavac, produzida em parceria entre o Instituto Butantan e a Sinovac. 46% correspondem à vacina da Fiocruz e AstraZeneca – foi a que eu tomei – e o restante é da Pfizer / BioNTech.

Vacinação (Imagem: Pexels / Gustavo Fring)

Vacinação (Imagem: Pexels / Gustavo Fring)

Eu fiquei meio receoso em tomar a vacina porque ouvi alguns relatos de que ela causaria efeitos colaterais muito pesados, mas não foi o caso: senti um pouco de calafrio no dia seguinte, e uma leve dor no local da injeção, mas passou.

“Algumas pessoas podem sentir efeitos colaterais leves, como dor no local da injeção, dores musculares ou febre, mas eles passam rapidamente”, explica a Organização Pan-Americana da Saúde, vinculada à OMS (Organização Mundial da Saúde). “Esses efeitos colaterais são resultado da resposta do seu sistema imunitário à vacina; eles não significam que você está com COVID-19.”

Antes de sair para se vacinar, confira se seu município está oferecendo o imunizante: hoje, cinco capitais suspenderam a aplicação da primeira dose por falta de estoque. Temporariamente, só a segunda dose está sendo distribuída em São Paulo, Florianópolis, Aracaju, Campo Grande e João Pessoa.

Felipe Ventura

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. Começou no TB em 2017 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia, e hoje coordena um time de editores-assistentes e a rotina das editorias. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Relacionados

Relacionados