Notícias Finanças

Ethereum recebe grande atualização que pode aumentar preço da criptomoeda

Rede Ethereum, da criptomoeda ether (ETH), recebe importante atualização apelidada de "London", que implementa mudanças nas taxas de transação e mais

Bruno Ignacio
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Nesta quinta-feira (05), a tão aguardada atualização apelidada de “London” chegou à Ethereum, rede do ether (ETH), segunda maior criptomoeda do mercado. A notícia foi recebida com entusiasmo, fazendo o preço da moeda digital saltar para acima dos US$ 2.800, seu maior valor em mais de um mês. O update inclui a “Proposta de Melhoria do Ethereum” (EIP) 1559, que visa alterar a forma como as taxas de transação são determinadas.

Ethereum recebe grande atualização "London" (Imagem: Executium/ Unsplash)

Ethereum recebe grande atualização “London” (Imagem: Executium/ Unsplash)

Atualização traz mudança nas taxas de transação

O chamado hard fork “London”, que é uma atualização complexa a ser implementada nos nodes do blockchain, ativou na rede principal da Ethereum cinco propostas de melhorias. Trata-se da atualização mais esperada de 2021, cuja principal mudança está na EIP 1559, que tira das mãos dos usuários a determinação das taxas de transação, algo que agora se torna essencialmente automático.

Atualmente, os usuários devem dar um lance de quanto estão dispostos a pagar para que sua transação de ether seja captada por um minerador, o que pode ser extremamente caro. Agora, com o EIP 1559, esse processo será gerenciado por um sistema automatizado sobre um valor de taxa que varia de acordo com o congestionamento da rede.

Outra mudança importante no EIP-1559 é que parte de cada taxa de transação em ether será queimada ou removida de circulação, o que começará a reduzir o fornecimento da criptomoeda e potencialmente aumentará seu preço. Esse é um dos motivos que faz dessa atualização uma das mais significativas desde o lançamento da rede.

Grande impacto a longo prazo

Embora o EIP-1559 tenha como objetivo fortalecer o ecossistema da Ethereum, que é um blockchain muito conhecido por seu suporte a contratos inteligentes que alimentam grande parte das finanças descentralizadas (DeFi), aplicativos e NFTs (tokens não fungíveis), os investidores não devem sentir muito impacto a curto prazo.

Contudo, a longo prazo, a atualização promete tornar o ether deflacionário ao reduzir sua oferta, o que pode ser extremamente benéfico para investidores e para usuários da rede em geral. Outras quatro mudanças foram implementadas com o hard fork London para tornar a rede mais rápida e eficiente. Uma delas, por exemplo, acaba com o sistema de reembolsos de taxas.

Há também outras novidades em andamento na rede Ethereum, como a migração planejada de um modelo proof of work (PoW), considerado ultrapassado e pouco otimizado, para um modelo mais moderno de proof of stake (PoS) no final deste ano ou no início de 2022.

Com informações: CNBC

Bruno Ignacio

Bruno Ignacio é jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cobre tecnologia desde 2018 e se especializou na cobertura de criptomoedas e blockchain, após fazer um curso no MIT sobre o assunto. Passou pelo jornal japonês The Asahi Shimbun, onde cobriu política, economia e grandes eventos na América Latina. Já escreveu para o Portal do Bitcoin e nas horas vagas está maratonando Star Wars ou jogando Genshin Impact.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque