Início / Notícias / Brasil /

Exclusivo: Correios dizem que tempo médio para encaminhar produtos importados caiu 80%

Empresa também registrou aumento no número de encomendas originadas de outros países; investimento em logística contribuiu para resultados

Por

O processo de recebimento de encomendas originadas no exterior ficou mais rápido no Brasil. Segundo os Correios, o prazo médio para encaminhar importações caiu aproximadamente 80% no último ano. A informação foi obtida com exclusividade pelo Tecnoblog junto à assessoria da companhia.

Agência dos Correios (Imagem: Correios/Divulgação)
Agência dos Correios (Imagem: Correios/Divulgação)

Em comunicado enviado à imprensa no dia 11 de agosto, os Correios afirmaram ter destinado R$ 1 bilhão a investimentos e projetos de ações e infraestrutura para importação e exportação. O texto diz que “o tempo médio de atravessamento de uma encomenda no Centro Internacional — entre o recebimento, desembaraço e expedição —, e de encaminhamento dos objetos tem reduzido consideravelmente”.

Questionada pelo Tecnoblog sobre de quanto seria tal redução, a empresa disse: “O prazo médio atual representa uma redução de aproximadamente 80%, de acordo com o trecho, referente aos prazos praticados no ano anterior.”

Outra informação que consta no comunicado é o crescimento do número de importações. Na média mensal, são 8,2 milhões de encomendas recebidas em 2021 contra 5,5 milhões em 2020. O texto ainda diz que, no primeiro semestre deste ano, o crescimento de encomendas internacionais superou a casa de 80% em relação ao ano passado.

Sistema de rastreamento aprimorado

Com o sistema de rastreamento de encomendas internacionais por meio do CPF/CNPJ, os Correios afirmam ter otimizado o atendimento aos clientes importadores, que agora não precisam mais de um código específico atrelado apenas à encomenda para obter informações sobre seus pedidos — cabe lembrar que este recurso está disponível apenas quando o remetente compartilha os dados de identificação com os Correios nas modalidades expresso e standard.

Além disso, a empresa também oferece envio de SMS com número de pedido, valor, data, código de barras e confirmação de pagamento em casos de remetentes que realizam o pagamento do Despacho Postal e tributos via boleto. Para isto, é preciso ter um número de celular atualizado no cadastro do serviço Meus Correios (pelo app ou site).

Correios disponibilizaram lockers e retirada em agências

Ainda segundo a companhia, parte da diminuição do tempo no recebimento de importações se deve a maiores facilidades na hora de receber a entrega.

Os Correios têm expandido a oferta de armários inteligentes, cuja primeira unidade foi instalada no DF em outubro de 2020, para facilitar a retirada de encomendas. Na época do lançamento, a empresa afirmou que “levar facilidade e conveniência às regiões afastadas dos grandes centros é uma prioridade” e, portanto, trabalharia para instalar lockers em todo o Brasil.

No início de agosto, foi anunciada uma parceria com a startup Clique Retire para criar mais pontos de retirada de entregas, agilizando ainda mais a operação.

Exportação também ganhou melhorias

Além das melhorias em processos de recebimento de encomendas, os Correios também simplificaram a exportação de produtos — praticamente todo o trâmite pode ser feito por meio de um formulário online, bastando ao remetente entregar a remessa na agência mais próxima para concluir o envio.

Os Correios afirmam ter enviado objetos para mais de 200 países e territórios do mundo com o serviço Exporta Fácil.

Colaborou: Ana Marques