Início / Notícias / Finanças /

Passfolio lança cartão de débito em dólar para brasileiros com taxas menores

Novo cartão da fintech americana Passfolio oferece opção mais barata e segura para viagens internacionais e compras no exterior; produto é vinculado a conta em banco nos EUA

Por

A Passfolio, fintech americana com sede em São Francisco, anunciou o lançamento de um cartão de débito em dólares para brasileiros. O novo produto financeiro está disponível nas versões física e digital com a bandeira Mastercard. A empresa promete uma alternativa mais cômoda e barata para se comprar e usar dólares no exterior.

Cartão de débito do Passfolio (Imagem: Divulgação/ Passfolio)
Cartão de débito do Passfolio (Imagem: Divulgação/ Passfolio)

Alternativa mais barata para compras internacionais

Conforme a companhia explicou em comunicado à imprensa, o novo cartão de débito da Passfolio surge sob o contexto de retomada de viagens internacionais, mas com um dólar ainda muito caro.

No final de setembro, os Estados Unidos anunciaram a redução de restrições a viagens para estrangeiros a partir de novembro, incluindo brasileiros. Além disso, a fintech destaca que, de acordo com o relatório Borderless Commerce Report 2021 do PayPal, durante o ano passado 57% dos brasileiros compradores digitais realizaram ao menos uma transação no exterior.

No entanto, o dólar atingiu a maior cotação desde a criação do real em março de 2020, de R$ 5,90. Neste ano o cenário parece ter melhorado, mas a moeda americana chegou a valer R$ 5,80 em meados de março de 2021, para agora ser negociada por volta dos R$ 5,40. Tendo isso em vista, compras no exterior se tornaram cada vez mais caras. Agora, com a abertura gradual do mundo para viagens internacionais, a demanda por dólares por parte de brasileiros tende a aumentar.

Cartão é vinculado a banco americano

Dólares (imagem: Sharon McCutcheon/Unsplash)
Dólares (imagem: Sharon McCutcheon/Unsplash)

Por isso a Passfolio passou a oferecer a possibilidade de manter um cartão de débito em dólares, vinculado a uma conta de um banco americano. Dessa maneira, é possível driblar o alto valor do IOF (6,38%), que é aplicado sobre transações internacionais.

Disponível nas versões física e digital sob a bandeira Mastercard, o cartão á aceito amplamente em todo o mundo. As taxas aplicadas são consideravelmente menores do que conversões convencionais ou transações internacionais. A Passfolio cobra tarifas de 0,38% para depósitos em reais na conta e de 1,45% no câmbio para dólar. Além disso, o produto evita que se dependa do uso de dinheiro físico, tornando-se uma opção mais segura durante viagens.

Para fins de comparação, a Avenue, corretora investimentos no exterior, anunciou no começo de setembro o lançamento de uma conta digital gratuita e um cartão de débito internacional em dólares. As tarifas divulgadas são de US$ 2 mais taxas regionais para saques no exterior e de 3% do montante para retirar o dinheiro no Brasil. Assim como o Passfolio, não há taxas de manutenção sobre a conta e para transações no exterior. Já o C6 Bank, por exemplo, também oferece um serviço parecido, mas cobra US$ 30 para a emissão do cartão.

“A conta bancária e o cartão de débito dos EUA proporcionam liberdade financeira aos brasileiros, dando-lhes a oportunidade de enviar e receber dólares, comprar no exterior e online em suas lojas favoritas de forma prática e rápida”

David Gobaud, fundador da Passfolio

O cartão serve não apenas para viagens internacionais. Brasileiros podem usar a conta aberta nos Estados Unidos para realizar compras online em lojas como Amazon, Apple e eBay. É possível também adicionar saldo diretamente em carteiras digitais como a do PayPal, Google e Samsung.

O novo produto financeiro da Passfolio estará disponível para clientes residentes ou cidadãos brasileiros a partir de 1º de novembro. Para isso, o usuário deverá solicitar o cartão através dos canais digitais da fintech.