Notícias Aplicativos e Software

Microsoft admite erro que impede que PCs compatíveis recebam Windows 11

Usuários relatam que ferramenta nativa de atualização diz que PC não é capaz de rodar o Windows 11 mesmo cumprindo todos os requisitos mínimos

Giovanni Santa Rosa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Se você foi atualizar para o Windows 11 e, apesar de ter uma máquina compatível, recebeu uma mensagem de erro dizendo que seu PC não cumpre os requisitos mínimos, saiba que você não foi o único. A Microsoft reconheceu que este erro existe e vem afetando alguns usuários.

Notebook com Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)
Notebook com Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)

O problema acontece ao tentar fazer a migração pelo próprio recurso de atualizações do Windows 10. A ferramenta é capaz de avaliar se o equipamento tem as especificações necessárias para rodar a nova versão do sistema operacional. Assim, o usuário não precisaria baixar ferramentas de diagnóstico para confirmar se pode ou não fazer o upgrade.

O problema é que essa ferramenta está errando os diagnósticos. Ela diz que dispositivos compatíveis com a atualização não poderiam recebê-la. Ao site Windows Latest, um dos usuários conta que o PC Health Check, ferramenta da própria Microsoft para checar os requisitos mínimos, diz que a máquina pode receber o Windows 11, mas a atualização do sistema fala o contrário.

O problema não é generalizado, e apenas alguns usuários relataram casos do tipo. Mesmo assim, a Microsoft confirmou que está ciente da questão e vai investigar o problema para liberar uma correção assim que possível.

Menu Iniciar e barra de tarefas do Windows 11 (imagem: reprodução/Microsoft)
Menu Iniciar e barra de tarefas do Windows 11 (imagem: reprodução/Microsoft)

Outras formas de atualizar para o Windows 11

Felizmente, é possível instalar o Windows 11 sem depender da atualização automática do Windows 10 — e você pode ver todos os passos de cada uma das opções no nosso guia.

A Microsoft disponibiliza um assistente de instalação em seu site. Esta é a forma mais simples: só baixar, rodar o programa, seguir as instruções e reiniciar sua máquina.

Outra opção é criar uma mídia de instalação — pode ser um pen drive USB ou um DVD. A página da Microsoft também dá essa alternativa, com instruções para fazer todo o processo, do download do assistente à instalação propriamente dita, passando pela criação do disco bootável e configurações para o computador fazer a inicialização por ele.

Também dá para baixar a imagem de disco da nova versão do sistema operacional. Neste caso, o usuário precisa abrir o arquivo .ISO e rodar o setup.

Microsoft Teams no Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)
Microsoft Teams no Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)

Requisitos mínimos

Antes de prosseguir para a instalação, porém, é bom confirmar se seu computador tem as especificações necessárias para rodar o Windows 11:

  • Processador de 1 GHz com dois ou mais núcleos de 64 bits;
  • 4 GB de RAM;
  • 64 GB de armazenamento;
  • Tela HD (720p) maior que 9 polegadas;
  • Placa de vídeo ou chip gráfico compatível com DirectX 12 ou superior e com driver WDDM 2.0.

E o tal do chip TPM 2.0? O Trusted Platform Module é um hardware que garante a integridade do sistema e impede o acesso às chaves do Windows. No anúncio da nova versão, a Microsoft anunciou que ele seria necessário para o upgrade. No entanto, depois de críticas, a companhia recuou e liberou a atualização para todo mundo.

Nova interface da Microsoft Store no Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)
Nova interface da Microsoft Store no Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)

Novidades no visual, na produtividade e na loja

O Windows 11 traz um design mais moderno, com janelas de cantos arredondados, efeitos especiais para tornar a experiência mais agradável e algumas transparências aqui e ali. O Menu Iniciar foi remodelado e está mais simples, e agora aparece centralizado, assim como os ícones da Barra de Tarefas.

As janelas também contam com vários esquemas de divisão de tela. Assim, o usuário consegue ter acesso rápido ao melhor jeito possível de organizar as informações necessárias para suas atividades. O sistema também ficou mais integrado ao Microsoft Teams, que passou a ser usado na pandemia por muitas empresas para facilitar o trabalho remoto.

A Microsoft Store também foi reconstruída do zero, tem suporte a outras lojas e trará inclusive apps de Android em 2022, através de uma parceria com a Amazon. E em tempos de brigas entre a Epic e a Apple por causa das políticas de comissão da App Store, a loja do Windows 11 vai deixar 100% do faturamento com os desenvolvedores.

Com informações: Windows Latest

Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque