Switch chega perto dos 100 milhões de vendas, mas Nintendo tem más notícias

Switch está cada vez mais perto de ultrapassar o Wii em vendas, mas a Nintendo está tendo problemas com a escassez de chips

Murilo Tunholi
Por

Falta pouco para o Switch se tornar o console mais vendido da Nintendo, superando o Wii. No relatório financeiro divulgado nesta quinta-feira (4), a empresa informou que havia comercializado 3,8 milhões de unidades do videogame híbrido entre julho e setembro deste ano. Porém, a Big N começou a ter um problema nos últimos meses: falta de estoque de Switch no mercado.

Nintendo Switch (Imagem: Alvaro Reyes/Unsplash)
Nintendo Switch (Imagem: Alvaro Reyes/Unsplash)

Devido à escassez de chips em toda a indústria de eletrônicos, a Nintendo confirmou que vai reduzir a produção de Switch até março de 2022. Isso significa que há chances de algumas pessoas ficarem sem o videogame, em especial o novo modelo OLED, que já está em falta em algumas partes do mundo.

A empresa previa produzir 25,5 milhões de unidades de Switch até 31 de março do ano que vem, mas só vai conseguir entregar 24 milhões. Por enquanto, a Nintendo já vendeu 92,8 milhões de unidades do console híbrido desde seu lançamento em 2017. Em comparação, o Wii — videogame de maior sucesso da empresa — teve 101 milhões de unidades comercializadas.

Receita da Nintendo com jogos caiu em relação a 2020

Além da dificuldade em produzir novos Switches, a Nintendo teve queda na receita em comparação com o ano passado. Porém, isso era esperado, já que o sucesso estrondoso de Animal Crossing New Horizons impulsionou as vendas da empresa em 2020.

Para se ter ideia, Animal Crossing New Horizons chegou a 26 milhões de unidades vendidas entre março e setembro de 2020. Depois disso, a Nintendo não conseguiu emplacar nenhum sucesso de mesmo nível. Em vez disso, a empresa segue se apoiando em jogos antigos ou lançamentos menos bombásticos, mas estáveis.

Desde abril deste ano, a empresa teve 14 jogos que ultrapassaram a marca de 1 milhão de vendas:

  • The Legend of Zelda Skyward Sword HD: 3,6 milhões;
  • Mario Kart 8 Deluxe: 3,34 milhões;
  • Animal Crossing New Horizons: 2,22 milhões;
  • New Pokémon Snap: 2,19 milhões;
  • Ring Fit Adventure: 2,1 milhões;
  • Mario Golf Super Rush: 1,94 milhão;
  • Super Smash Bros. Ultimate: 1,86 milhão;
  • Super Mario 3D World Bowser’s Fury: 1,86 milhão;
  • The Legend of Zelda Breath of the Wild: 1,85 milhão;
  • Super Mario Party: 1,86 milhão;
  • Pokémon Sword e Shield: 1,54 milhão;
  • Miitopia: 1,37 milhão;
  • Super Mario Odyssey: 1,12 milhão;
  • New Super Mario Bros. U Deluxe: 1,03 milhão.

É provável que a receita da Nintendo volte a subir com os próximos lançamentos de peso em 2021 e 2022. Ainda este ano a empresa vai liberar Pokémon Brilliant Diamond e Shining Pearl, assim como um novo Game & Watch temático de Zelda.

Para o ano que vem, Pokémon Legends: Arceus, Kirby and the Forgotten Land, Bayonetta 3, Splatoon 3 e a sequência de The Legend of Zelda Breath of the Wild devem impulsionar ainda mais as vendas de Switch.

Com informações: Engadget, VentureBeat, VentureBeat, SlashGear.