Notícias Aplicativos e Software

Procon Carioca notifica 99 e Uber por cancelamento de corridas

Órgão considera que cancelamentos e escolha de passageiros são práticas abusivas; Uber e 99 terão que prestar esclarecimentos

Giovanni Santa Rosa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Se você pediu um Uber ou um 99 recentemente, deve ter percebido que os cancelamentos estão frequentes e que conseguir um carro vem demorando muito mais que o esperado. O Procon Carioca também notou isso e notificou as duas empresas para que elas prestem esclarecimentos.

Uber no celular (imagem: divulgação/Uber)
Uber no celular (imagem: divulgação/Uber)

Tanto Uber quanto 99 já apresentaram, em 2021, números maiores de queixas registradas no órgão do que em 2020 e 2019 — e olha que o ano nem acabou. Por isso, a entidade de defesa do consumidor vai exigir que as companhias expliquem o que está acontecendo.

Além dos frequentes cancelamentos, outro problema é quando o motorista aceita a corrida mas não vai até o passageiro, forçando-o a desistir da viagem e pagar uma taxa por isso.

O Procon Carioca entende que escolher viagens e passageiros é uma prática abusiva, o que pode levar os aplicativos a serem responsabilizados.

Aplicativo da 99 (Imagem: Ana Marques/Tecnoblog)
Aplicativo da 99 (Imagem: Ana Marques/Tecnoblog)

Problema na Uber e na 99 ocorre há meses

A notificação do Procon Carioca só veio agora, mas a questão dos cancelamentos frequentes já acontece há mais tempo. Em agosto, o Tecnoblog conversou com organizações que representam os motoristas de aplicativos e as empresas de transporte para entender melhor o problema.

Para os trabalhadores, os custos altos, como o aumento do combustível, os riscos à segurança e o repasse menor devido a categorias de viagens promocionais são os fatores que levaram ao aumento das desistências. Já as companhias apontam que a demanda cresceu por causa da pandemia, com os carros de aplicativos virando uma alternativa ao transporte público.

Dois motoristas ouvidos pela reportagem do jornal O Globo também mencionam a queda no valor repassado a eles: um afirma que a Uber costumava pagar R$ 7,75 por uma corrida de 4 km, mas agora ele só recebe R$ 6,19. Outro diz que os cancelamentos diminuíram depois de a 99 aumentar o valor destinado aos trabalhadores.

Com informações: O Globo.

Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque