Início / Notícias / Negócios /

Mercado Livre forma aliança contra produtos falsos da Levi’s e outras marcas

Aliança Antifalsificação é uma iniciativa do Mercado Livre para combater produtos falsos na plataforma em parceria com diversas marcas

Bruno Gall De Blasi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Mercado Livre preparou uma iniciativa para combater a falsificação e pirataria na América Latina. Feita em parceria com a Levi’s, Tommy Hilfiger e outras marcas, a Aliança Antifalsificação visa oferecer um ambiente mais seguro e confiável aos consumidores da plataforma. A ação foi anunciada nesta segunda-feira (29).

Caixa do Mercado Livre (Imagem: Divulgação/Mercado Livre)
Caixa do Mercado Livre (Imagem: Divulgação/Mercado Livre)

A parceria também conhecida como Anti-Counterfeiting Alliance alia diversas grifes conhecidas para combater as infrações de propriedade intelectual. Entre elas, estão marcas como Levi Strauss, Pink, Tommy Hilfiger, Under Armour e Victoria’s Secret. Além disso, o programa vai atuar na América Latina através de cinco ações principais. 

A primeira delas têm relação com o monitoramento proativo de anúncios. Esta análise será realizada “com base em algoritmos semânticos e detecção de produtos”. Haverá também o fortalecimento da colaboração com autoridades e agências reguladoras, além de ações judiciais conjuntas contra infratores que usam o ecossistema para vender produtos falsificados ou pirateados.

As duas últimas ações do quinteto estão relacionadas a um trabalho de conscientização. A primeira delas é destinadas aos vendedores, que serão orientados sobre boas práticas e técnicas de publicação para reduzir a infração a direitos de terceiros. Em relação ao compradores, a rede vai dar explicações para ajudar na identificação e na denúncia de produtos falsificados ou pirata.

Inicialmente, os convites para participar da aliança estão sendo enviados para as marcas que participam do Brand Protection Program (BPP). A iniciativa engloba companhias como a Canon, Lego, Mattel, Microsoft, entre outras, para auxiliar na proteção de propriedade intelectual. “Conforme a Aliança Antifalsificação avançar, a oportunidade de fazer parte dela será aberta às demais marcas”, informaram. 

Mais de 9,8 mil itens foram apreendidos no Mercado Livre
Mais de 9,8 mil itens foram apreendidos no Mercado Livre (Imagem: Divulgação)

Anatel apreendeu produtos em estoque do Mercado Livre

A iniciativa veio a público depois de uma ação da Anatel no estoque do Mercado Livre. Em outubro, A Agência Nacional de Telecomunicações apreendeu 9,8 mil produtos sem homologação em centros de distribuição da companhia. A fiscalização aconteceu após denúncias ao Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNCP).

Durante a operação, a agência identificou mais de 80 categorias de aparelhos irregulares. Entre eles, estão celulares, TV Box, smartwatches, câmeras IP e mais, todos sem a homologação da Anatel, etapa necessária para a comercialização de produtos de telecomunicação no Brasil. A carga apreendida tinha o valor estimado de R$ 1,2 milhão.

Em nota, o Mercado Livre confirmou a colaboração com a fiscalização, e afirma que o volume apreendido representa apenas 0,07% do estoque dos centros de distribuição.