Início / Notícias / Celular /

Snapdragon 8 Gen 1 para celulares filma em 8K HDR e tem 5G ultrarrápido

Chip potente da Qualcomm, Snapdragon 8 Gen 1 muda nomenclatura e reforça câmeras de alta resolução, 5G de 10 Gb/s e novo chip gráfico Adreno para games

Por

Direto do Havaí — A Qualcomm anunciou nesta terça-feira (30) seu novo chip para celulares potentes, o Snapdragon 8 Gen 1. A nomenclatura dos processadores mudou pela primeira vez desde 2012, o que significa que não teremos um Snapdragon 898. A empresa promete 5G de 10 Gb/s, desempenho reforçado para jogos e um novo conjunto de tecnologias que permitirá filmar em 8K HDR com um smartphone.

Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)
Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Gravação 8K HDR com um celular

Quando a Qualcomm junta nomes estranhos em um mais fácil de lembrar, geralmente significa que temos avanços importantes. O Snapdragon Sight Technology é o nome que a empresa deu para o novo conjunto de processadores de sinal de imagem (ISP), até então batizado simplesmente de Spectra. São três ISPs de 18 bits que podem processar 3,2 gigapixels por segundo, ou o equivalente a 240 fotos de 12 megapixels.

A vantagem imediata do ISP mais poderoso é que isso tende a melhorar a qualidade das fotos, já que os algoritmos podem trabalhar com mais dados para lidar melhor com exposição, foco e detecção de rosto. Mas o grande chamariz da Qualcomm é a possibilidade de filmar, pela primeira vez em um celular, na resolução 8K com amplo alcance dinâmico (HDR). Enquanto a gravação estiver ocorrendo, você ainda pode tirar fotos de 64 MP simultaneamente.

Capacidades de imagem do Snapdragon 8 Gen 1 (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

As capturas acontecerão em HDR10+, HDR10, HLG e Dolby Vision. Além disso, será possível filmar em 4K a 120 quadros por segundo e fazer imagens em câmera lenta em 720p a 960 fps. A Qualcomm também afirma que os modos noturnos em fotografia poderão ficar “até 5 vezes melhores”, e há um mecanismo dedicado para desfoque de fundo (bokeh) em vídeos 4K.

5G de 10 Gb/s (agora só falta a operadora aguentar)

Como de costume, o Snapdragon 8 Gen 1 inclui um novo modem, o Snapdragon X65. A promessa é de velocidades de downloads de até 10 Gb/s (gigabits por segundo), desde que a operadora suporte toda essa banda. Os aparelhos poderão se conectar a redes 5G mmWave de até 1.000 MHz e sub-6 de até 300 MHz. No Brasil, a Algar é a operadora que conseguiu arrematar o maior espectro em ondas milimétricas, garantindo 1 GHz em blocos regionais.

Quanto ao Wi-Fi, o chip FastConnect 6900 se conectará a redes Wi-Fi 6E de até 3,6 Gb/s, um dos esforços da Qualcomm para se fortalecer no mercado de games. Além disso, a tecnologia Snapdragon Sound do Snapdragon 8 Gen 1 suporta o codec aptX Lossless, o que permitirá escutar músicas sem perdas (com qualidade de CD) por fones de ouvido Bluetooth.

Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)
Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1 (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Mais bateria para gamers, otimizações de IA e fabricação de 4 nm

A CPU e o chip gráfico ficaram em segundo plano nas apresentações da Qualcomm, mas houve avanços geracionais. Os núcleos Kryo de até 3,0 GHz são baseados na arquitetura Arm Cortex-X2, Cortex-A710 e Cortex-A510 e fabricados no processo de 4 nanômetros, o que aumentou o desempenho em 20%, ao mesmo tempo em que o consumo de energia diminuiu 30% ao executar as mesmas tarefas da geração anterior.

A GPU Adreno (desta vez sem número) traz melhorias parecidas: 30% mais desempenho e 25% mais eficiência energética que a geração anterior em games. A Qualcomm fez parcerias com empresas como Tencent, Epic Games e Ubisoft para permitir que os jogos sejam executados com recursos como 144 fps e HDR de 10 bits. Além disso, assim como os chips anteriores com Snapdragon Elite Gaming, os drivers são atualizáveis para melhorias contínuas de desempenho.

Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1 para games (Imagem: Divulgação/Qualcomm)
Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1 para games (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

E o motor de inteligência artificial da Qualcomm, que já está na sétima geração, ficou quatro vezes mais rápido. Com esse chip, é possível utilizar processamento de linguagem natural para analisar, agrupar e priorizar notificações automaticamente (quero!), determinar o sentimento em múltiplos documentos de texto ou até mesmo analisar sua saúde física e mental com base nos seus padrões vocais.

Quando chega?

O Snapdragon 8 Gen 1 será lançado em smartphones fabricados por Motorola, Realme e Xiaomi, além de marcas não disponíveis no Brasil, como Black Shark, Honor, Nubia, OnePlus, Oppo, Sharp, Sony, Vivo e ZTE. Eles devem chegar ao mercado ainda em 2021.

Paulo Higa viajou para o Havaí a convite da Qualcomm.