Galaxy Buds: Samsung lista materiais dos fones que podem causar alergia

Samsung possui lista com os materiais usados na construção do Galaxy Buds; documento traz orientações a usuários com alergia ou pele sensível

Bruno Gall De Blasi
Por

Galaxy Buds Pro chamou a atenção depois que alguns usuários relataram episódios de inflamação. Mas a Samsung disponibiliza uma lista de materiais dos fones de ouvidos sem fio que podem causar irritação em pessoas que possui algum tipo de sensibilidade ou alergia. O documento também traz orientações para estes casos.

Samsung Galaxy Buds 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy Buds 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

As instruções partem de uma página de suporte da Samsung do Reino Unido que não está disponível no site brasileiro. Com o título “Usando o Galaxy Buds” (em tradução livre), o documento traz orientações sobre o uso e indica os materiais usados na construção dos fones. Os novos Buds Pro e Buds 2 também aparecem na relação.

Na página, a fabricante traz orientações a quem tem pele sensível a materiais específicos ou alergia. É o caso do níquel: este é um dos componentes utilizados para a formação do aço inoxidável do corpo principal dos fones de ouvido sem fio. Mas a Samsung observa que, apesar de ser amplamente utilizado nos produtos de uso diário, algumas pessoas podem ter alergia ou hipersensibilidade ao níquel.

“A Samsung Electronics gerencia a quantidade de níquel abaixo do nível estrito definido pelo regulamento REACH da Europa”, afirmaram. “Além disso, descobrimos que os usuários quase não estão expostos a qualquer níquel com base na análise de uma instituição terceirizada.”

O acrilato, que é utilizado para a coloração do policarbonato, é outro material. Novamente, a Samsung diz que seus produtos atendem as regulamentações e que sempre busca incrementar a segurança dos usuários. Mas mantém o alerta do níquel: algumas pessoas podem ser mais sensíveis ou alérgicas. Portanto, é bom ficar atento.

A Samsung ainda dá orientações para caso aconteça alguma reação alérgica a esses materiais, por exemplo: “remova o Galaxy Buds das orelhas e consulte um dermatologista se a pele onde você usa o Galaxy Buds ficar vermelha ou irritada”.

iPhone com Apple AirPods (Imagem: Omid Armin/Unsplash)
iPhone com Apple AirPods (Imagem: Omid Armin/Unsplash)

Apple orienta sobre sensibilidade a materiais específicos

Cabe lembrar que a Samsung não é a única Samsung que faz alertas relacionados a esses dois materiais. Em um documento sobre os AirPods, EarPods e dispositivos Beats, a Apple também informa que realiza um “rigoroso processo de avaliação” para preservar a segurança de seus clientes. Ainda assim, faz a mesma observação: “um pequeno número de pessoas têm reações a determinados materiais”.

“Se você tiver vermelhidão, inchaço, coceira ou qualquer outra irritação, consulte seu médico antes de voltar a usar os AirPods, EarPods ou dispositivos Beats”, afirmaram.

Também é importante fazer outra observação: isto não significa que todos os usuários terão alguma reação aos materiais citados. Os informes dos documentos são destinados a pessoas que têm pele mais sensível ou alergia. Portanto, se não é o seu caso e você não sentiu nenhum incômodo, não há necessidade de se preocupar.

Pego o meu caso como exemplo. Adquiri um Galaxy Buds+ há mais de um ano e nunca tive nenhum caso de inflamação ou irritação na minha pele, apesar de ser uma pessoa que encara problemas com dermatites há anos. Já o editor do Tecnoblog, Felipe Ventura, possui um Galaxy Buds 2 e também não presenciou casos similares.

Samsung Galaxy Buds 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy Buds 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Samsung lista materiais usados no Galaxy Buds

A Samsung também listou os materiais que são usados na construção dos wearables. A relação traz os detalhes tanto das unidades do fone de ouvido quanto das ponteiras e barbatanas. Confira a seguir:

ModeloPonteirasBarbatanasUnidade do fone de ouvido
Galaxy Buds (SM-R170)SiliconeSiliconePolicarbonato, aço inoxidável (paládio/dourado) e acrilato (ácido metacrílico)
Galaxy Buds+ (SM-R175)SiliconeSiliconePolicarbonato, aço inoxidável (paládio/dourado) e acrilato (ácido metacrílico)
Galaxy Buds Live (SM-R180)Não háSiliconePolicarbonato, aço inoxidável (paládio/dourado) e acrilato (ácido metacrílico)
Galaxy Buds Pro (SM-R190)Silicone (Malha: PET)Não háPolicarbonato, aço inoxidável (paládio/dourado) e acrilato (ácido metacrílico)
Galaxy Buds 2 (SM-R177)Silicone (Malha: PET)Não háPolicarbonato (PC), aço inoxidável, latão (paládio / banhado a ouro), cristal epóxi e acrilato (ácido metacrílico)

“A Samsung Electronics não usa nenhum material restrito internacionalmente ou qualquer outro material potencialmente prejudicial em qualquer componente do Galaxy Buds que entre em contato direto com a pele”, afirmaram. “A Samsung Electronics também certifica sua conformidade com as regulamentações ambientais internacionais por instituições de teste internacionais autorizadas, para determinados materiais que podem ser incluídos no silicone, plástico e metal usados nos produtos Galaxy Buds.”

Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)
Samsung Galaxy Buds Pro (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Fones causaram inflamação em alguns usuários

O assunto veio à tona em meados de novembro. Naquela época, Chris Wedel relatou no Android Central que adquiriu o Galaxy Buds Pro em março, limpou os fones e testou por 20 minutos. Mas, à noite, começou a sentir um desconforto nas orelhas e, ao amanhecer no dia seguinte, notou uma irritação. Uma semana depois, após se recuperar e usá-los novamente, o episódio se repetiu. 

A sequência de fatos levou Wedel a desconfiar dos fones de ouvido. Em seguida, ele decidiu fazer outro teste: usou somente um lado do wearable e a irritação apareceu apenas no ouvido esquerdo, onde a unidade do dispositivo foi utilizada. O problema é que este episódio foi mais grave e houve a necessidade de se buscar uma assistência médica para fazer um tratamento com remédios.

O segundo problema é que ele não estava sozinho nessa história. Havia outros relatos sobre as irritações tanto no Reddit quanto no Samsung Community, o fórum de suporte da marca, tendo o Galaxy Buds Pro como o ponto em comum. Em reação às queixas, a Samsung ofereceu um reembolso aos consumidores para sanar o problema. Mas não deu nenhuma explicação sobre os casos.

Ainda assim, algumas especulações giram em torno dos episódios. É o que aponta o ITHome que, mesmo sem informações oficiais na época, afirmou que o problema pode girar em torno do tamanho dos fones. Em resposta ao site chinês, a Samsung reconheceu que a estrutura dos fones pode causar desconforto e recomendou que os usuários façam uma limpeza no produto regularmente.

Com informações: Apple (Brasil) e Samsung (Reino Unido)

Relacionados

Relacionados