Startup brasileira de planos de saúde recebe US$ 127 mi do Softbank

Com rodada de investimento de série C, gestora de saúde Alice totaliza US$ 174,8 milhões em investimentos; empresa oferece planos com acompanhamento remoto

Giovanni Santa Rosa
Por

A startup de saúde Alice levantou US$ 127 milhões em uma rodada de investimentos liderada pelo Softbank. Este foi o maior aporte recebido por uma empresa do ramo na América Latina até hoje.

Aplicativo do plano de saúde Alice
Aplicativo do plano de saúde Alice (Imagem: Reprodução/Alice)

Além da empresa japonesa de Masayoshi Son, as companhias e fundos Kaszek, ThornTree, Allen & Company, G Squared, Globo Ventures e StepStone participaram da rodada de série C.

Canary, Endeavor Catalyst e Maya Capital já eram acionistas da startup. Ao todo, a Alice atraiu US$ 174,8 milhões em investimentos em dois anos.

Alice mira mercado corporativo e produtos avulsos

A Alice tem uma carteira de 6 mil clientes e atuação na região metropolitana de São Paulo. Ela se apresenta como uma gestora de saúde, oferecendo um acompanhamento dos usuários com médicos de família, enfermeiros, preparadores físicos e nutricionistas. A companhia também aposta na telemedicina, com atendimento por chat e consultas por vídeo.

Recentemente, a Alice transformou seu aplicativo em super app, oferecendo atendimento imediato ou com hora marcada pago de modo avulso para quem não é cliente do plano, além de ferramentas de gestão de saúde, como arquivo de exames médicos.

Os investimentos vão servir para acelerar esse processo, bem como a entrada no mercado corporativo. A Alice já comprou a startup Cuidas, focada em atenção primária.

Novos planos de saúde querem mudar o setor

A Alice não está sozinha na lista de companhias jovens que querem explorar essa área.

Além de muitos clientes insatisfeitos com os planos tradicionais, a grande maioria da população não tem acesso a esse tipo de serviço. Segundo Paolo Passoni, diretor do Softbank Latin America Fund, menos de 25% dos brasileiros têm acesso à saúde privada

Um modelo parecido com o da Alice é o da Qsaúde. Criada pela Qualicorp e posteriormente vendida para seu fundador e ex-presidente José Seripieri Jr., ela combina telemedicina, acompanhamento com médicos de família e rede de especialistas e hospitais.

Outra empresa que deve entrar em breve neste mercado é a Dr. Consulta. Famosa por oferecer atendimentos particulares a preços mais acessíveis, ela comprou 27,5% da startup Cuidar.me para passar a oferecer um plano de saúde mais barato.

Com informações: UOL, Startups, InfoMoney

Atualizado dia 23/12 às 11h10 com informações sobre a QSaúde