Início / Notícias / Jogos /

Final Fantasy 16: Square Enix explica como COVID-19 afetou produção do jogo

Final Fantasy 16 foi impactado durante todo o ano de 2021 por conta da COVID-19, ainda que a vacinação tenha avançado no mundo todo

Felipe Vinha

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A Square Enix soltou um comunicado a respeito de Final Fantasy 16 e se desculpou com os fãs pela falta de novidades concretas. A empresa japonesa atribui atrasos de produção à pandemia da COVID-19, que impactou negativamente o desenvolvimento do título ao longo de 2021 – vale lembrar que a vacinação em massa, por exemplo, começou um pouco mais tarde no Japão, quando comparado a outros países.

Final Fantasy 16 passou o ano arrumando a casa (Imagem: Divulgação/Square Enix)

A empresa alega que o desenvolvimento foi adiado em quase metade de um ano inteiro. Além disso, a produção teve de ser descentralizada, ou seja, com grande foco em trabalho remoto e agregando alguma demora extra em processos criativos. Isso causou também o cancelamento de parcerias e contratos com alguns fornecedores externos.

O produtor Naoki Yoshida diz que quase todo o ano de 2021 foi gasto tentando arrumar a casa e deixar que a produção volte aos rumos como era o planejado. Ainda assim foi possível criar um evento de revelação de Final Fantasy 16 no final de 2020, mas todos os problemas levaram a poucos anúncios ao longo dos últimos 12 meses.

É justamente por isso que Yoshida e sua equipe planejam as próximas grandes revelações e anúncios sobre o jogo em 2022, mais precisamente entre março e junho do próximo ano. É nestes meses que também ocorrem alguns eventos relevantes para os games, como a Games Developer Conference, GDC, e a E3, então é possível que tenhamos algo relacionado dentro destas feiras mais pontuais.

A situação da COVID-19 no Japão nunca foi tão crítica quando comparada ao Brasil ou EUA, por exemplo. Até hoje eles somam pouco mais de 18 mil mortes, mas a vacinação só começou em fevereiro de 2021, bem depois de a maioria dos países europeus e EUA iniciarem suas campanhas, por exemplo. Isso impactou todo o país, até mesmo a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que foram feitos com várias restrições, em especial nas cerimônias de abertura e encerramento – que, assim como as provas, não contaram com público externo presente.

Um épico moderno

Clive Rosfield será o protagonista do novo jogo de RPG da Square Enix. Ele é o espadachim de cabelos escuros que vimos no primeiro trailer. Clive tem um irmão chamado Joshua, que deve proteger a todo o custo. Por ser mais velho, o herói tem várias responsabilidades, em especial por ser uma linhagem real. Joshua, porém, tem uma habilidade especial que dá a seu irmão alguns poderes mágicos.

Clive tem um poder Eikon, que é uma criatura mística, o que o torna um Dominante. Conforme a história se desenvolve, conheceremos mais desta relação entre o herói e seu irmão, e em como isso afeta os dois em batalhas.

A história de Final Fantasy 16 se passa em um local chamado de Valisthea, com ambientes repletos de cristais – por sua vez, elementos sempre muito presentes ao longo de toda a série. Aqui eles são chamados de Cristais-Máter, sendo já uma tradução oficial em português do termo original.

Vale lembrar que o jogo está confirmado para PS5 e PC.