Início / Notícias / Gadgets /

Fã de Star Trek cria tricorder tão realista que deveria ser usado na série

Designer e fã de Jornada nas Estrelas desenvolve placa e componentes personalizados em um aparelho que supera o material da televisão

André Leonardo

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Star Trek: Voyager é uma série que teve sua última temporada em 2001, mas segue com um público dedicado até os tempos atuais. Um fã bastante dedicado, e com os conhecimentos necessários, criou uma réplica de um dispositivo utilizado no programa que deixaria os produtores de TV espantados. 

Imagem réplica Star Trek tricorder
Voyager Tricorder V2 (Imagem: Reprodução/ YouTube Canal Mangy_Dog)

Na série, o tricorder era uma espécie de assistente digital que tinha diversos usos durante os capítulos, conforme a necessidade do roteiro, desde escanear áreas de interesse e até utilizações médicas. 

Star Trek: Voyager precisou cortar custos de produção, e por essa razão alguns elementos precisaram ser simplificados, como foi o caso dos tricorders, que acabaram recebendo modelos mais baratos. Entretanto, isso mudou devido a um fã dedicado que decidiu produzir um tricorder em sua glória completa. 

O designer de interface e fã de Star Trek, Mangy_Dog, decidiu criar sua própria versão do tricorder da série com todo visual tecnológico que o dispositivo merece. O YouTuber demorou cerca de um ano para montar a primeira versão do chamado Voyajer Tricorder. 

Quando um amigo pediu uma réplica do tricorder, Mangy_Dog resolveu elevar o nível de detalhes e montar um aparelho ainda mais complexo, o Voyajer Tricorder V2.

Um projeto mais complexo do que você imagina

Quem olha o aparelho com leds e menus dinâmicos não imagina os desafios que envolveram a criação de placas de circuitos impressos personalizadas, em que qualquer erro poderia arruinar o projeto, além das dificuldades em encontrar monitores de qualidade.

O projeto teve que voltar para mesa algumas vezes, não apenas para troca de monitores que não contavam com uma reprodução de cores desejada pelo criador, mas também quando ele descobriu que as dobradiças utilizadas em seu modelo de impressão não eram muito resistentes e quebravam com pouco tempo de uso.

Em uma série de vídeos em seu canal, o YouTuber também mostra como foi o desenvolvimento da interface personalizada e a criação de animações para o dispositivo, geradas em tempo real, ao invés de serem pré-renderizadas. O aparelho é tão detalhado que conta até mesmo com botões sensíveis à pressão que quando utilizados geram outras animações.

Para quem curte eletrônica, programação e deseja se aventurar para entender com mais detalhes como o aparelho funciona, no terceiro vídeo, Mangy_Dog fala sobre a criação da placa de circuito impresso usada no projeto e sobre o longo código desenvolvido para que o aparelho funcione.

Com informações: Hackaday